As obras de reabilitação do Itinerário Complementar 1 (IC1), entre Alcácer do Sal e Grândola, vão começar já em Abril, com uma intervenção de urgência seguida de uma empreitada mais profunda, com um custo de seis milhões de euros, cujo concurso público será lançado no próximo mês,o anúncio do arranque das obras de reparação foi feito pela Infraestruturas de Portugal.

A empreitada de requalificação estrutural mais profunda do IC1 será lançada a concurso público no próximo mês de Abril e está orçada em cerca de seis milhões de euros, o impasse na requalificação do troço do IC1 entre Alcácer do Sal e Grândola foi desbloqueado com a dispensa do Tribunal de Contas do visto prévio ao contrato renegociado da subconcessão do Baixo Alentejo, adiantou a IP.

O atleta Bruno Paixão, do Beja Atlético Clube, venceu hoje, em Elvas, a 21.ª edição do Grande Prémio de Atletismo Rui Nabeiro

O atleta depois de ter vencido a prova no ano passado volta   a vencer este ano com um tempo recorde, abaixo dos 30 minutos, de salientar que Bruno Paixão sagrasse vencedor da prova  ao chegar isolado na meta  após percorrer os 10 mil metros da prova.

A atleta Vera Nunes, do SL Benfica, venceu em seniores femininos, num trajecto em que Raquel Trabuco, do Clube Elvense de Natação, terminou em quinto lugar.

O Grande Prémio Comendador Rui Nabeiro integra o calendário nacional de provas de estrada e pontua para o circuito de corridas da Associação de Atletismo do Distrito de Portalegre.

 

A Boleima vai dar sabor à mais recente criação da Barona empresa de produção de cerveja artesanal, em Santo António das Areias, concelho de Marvão.

Com o intuito de valorizar os produtos endógenos e inovar no conceito de produção artesanal, que tem alastrado por todo o país, esta nova cerveja de cor rubi e espuma bege de sabor profundo numa mistura de sabores de maça e canela. 

A medieval vila de Monsaraz vai ter um centro de acolhimento turístico, na antiga casa da Universidade de Évora, o edifício vai receber obras de adaptação e beneficiação e será transformado em espaço de artes, num investimento de cerca de 142 mil euros.

O investimento surge da necessidade de receber os cerca de 100 mil turistas anuais de todas as partes do globo que visitam a vila de Monsaraz.

 

O tema da 13.ª edição do evento que alia património, música e biodiversidade.

Para a noite deste sábado, a proposta é um concerto do Brentano String Quartet, “considerado pela crítica como um dos melhores – senão o melhor – quartetos de cordas”, a partir das 21h30 na igreja Matriz de Santiago Maior.

Vão ser plantadas “várias dezenas de sobreiros”, provenientes da Mata Nacional de Valverde, em Alcácer .

O diretor-geral do festival, José António Falcão, explicou que o cardiologista vai apadrinhar a ideia de levarem as pessoas “a caminharem” até ao convento do Loreto, em pleno Caminho de Santiago, bem sinalizado, para conseguirem salvar “o que resta desse belo edifício medieval, em pleno campo”.

A iniciativa vai envolver a comunidade local e quem plantar um sobreiro vai ser nomeado o seu protetor e “compromete-se a regá-lo no próximo Verão,

As tradicionais festas Ruas Floridas voltam este ano à vila alentejana de Redondo, entre os dias 29 de julho a 6 de agosto, com as principais artérias da localidade ornamentadas com flores de papel.

Promovidas pela Câmara Municipal de Redondo, no distrito de Évora, as festas, que contam com as ruas da vila enfeitadas com temas diferentes, têm caráter bienal e são visitadas habitualmente por milhares de pessoas.

A Câmara Municipal de Redondo está a ultimar o programa musical que irá integrar este certame, tendo a Rádio Campanário já anunciado o cantor José Cid.

Esta sexta-feira podemos avançar com mais dois nomes musicais para este importante certame, nomeadamente a cantora Capicua e o grupo HMB.

Quinta-feira, 23 de Março, dois homens portugueses, de 27 e 32 anos, foram detidos por tráfico de droga, por agentes da Policía Nacional espanhola.

A detenção ocorreu no seguimento de uma operação de identificação no bairro Los Colorines, em Badajoz, em que os agentes da Brigada de Segurança Pública da Comissaria de Badajoz prestavam apoio a Junta de Extremadura.

Ao operarem num edifício da Praça Nicolás Díaz Pérez, notaram o comportamento suspeito de um transeunte português, que carregava um pacote e que ignorou as ordens da autoridade para parar. O mesmo prossegui a juntar-se a outro português junto a um velho fogão abandonado, onde esconderam o referido pacote. De imediato a polícia examinou o conteúdo do pacote, onde encontrou estupefacientes, procedendo à detenção dos indivíduos.

Ao todo, foram apreendidos 57,5 gramas de haxixe em estado sólido, 18 doses individuais de heroína (7,85 gr), cocaína em pedra e 40 doses individuais (total de 14,6 gr), vários comprimidos de benzodiazepinas e três balanças de precisão.

Os dois portugueses, com antecedentes criminais, serão presentes a tribunal.

No próximo domingo, 26 de março, a Antiga Escola Primária de Hortinhas receberá homenagem a Ti Sebastião Grilo, um guitarrista dos poetas populares.

Este evento tem inicio marcado para as 15 horas e contará com a participação de vários poetas populares locais.

A Coordenadora Distrital de Évora do Bloco de Esquerda (BE), Maria Helena Figueiredo, no seu comentário desta sexta-feira, 24 de Março, começou por falar sobre a dívida da Caixa Geral de Depósito (CGD), em que os juros atingem os 11%, resultando em cerca de 50 milhões anualmente pagos. A Comentadora da Rádio Campanário referiu inicialmente que “é de facto, um juro muito elevado, quem adquire com este juro tem, um pouco, um seguro” e acrescentou que “apesar das malfeitorias de que tem sido objeto, eu penso que a Caixa, enquanto banco público, tem ao longo da sua vida, demonstrado capacidade e resiliência a este tipo de ataques”.

“Temos a experiência, de que quando qualquer coisa corre mal no sistema financeiro, somos todos nós a pagar” e afirmou, “espero que a CGD e a sua Gestão ponderem devidamente”.

Sobre uma proposta feita pelo PCP e BE, acerca da possibilidade da criação de uma comissão com vista a renegociação da dívida, Maria Helena Figueiredo diz que “neste momento, é transversal a toda opinião politica e á maioria dos economistas, que o serviço desta dívida é incomportável” e acrescentou que “enquanto estivermos sob o peso de pagamento de juros tao elevados, é muito difícil ao Estado Português disponibilizar recursos para o investimento e para o reanimar da economia”.

Em torno da possibilidade de negociação com a Comissão Europeia, a Comentadora disse que “não podemos continuar a tapar o sol com a peneira”, “não é possível equilibrar as contas públicas (…) enquanto estivermos a pagar juros com o volume que temos”, sublinhando ainda que “os estados estão muitos reféns destes interesses da finança internacional”.

“Quando há uma dívida incomportável, o caminho para se poder pagar e equilibrar, é fazer uma renegociação”, disse a Coordenadora sobre as alterações dos juros, e referiu também os bem presentes comentários do Presidente da Comissão Europeia, “isto reflete uma maneira de pensar e uma maneira de olhar para os países do sul, que não são de facto, tidos como parceiros mas como indigentes”.

Sobre a mais recente proposta do Governo em torno das reformas, Maria Helena Figueiredo começou por comentar a atribuição de um “bónus” a quem adiar a reforma, referindo que na sua opinião “há muita gente á procura de trabalho, há muita gente qualificada, e é preciso libertar postos de trabalho”, acrescentando que “não faz sentido, do meu ponto de vista, manter pessoas em fim de carreira (…) ao mesmo tempo que se veda o acesso aos jovens”.

Mediante o mesmo tema, e em comentário a outro especto da proposta apresentada, nomeadamente uma redução na idade da reforma, para quem tenha carreiras contributivas de maior longevidade, a Comentadora da Rádio Campanário disse que “a proposta do Governo é muito tímida, nós achamos que há margem para melhorar”.

No final do seu comentário, Maria Helena Figueiredo disse ainda que, para quem tenha carreiras contributivas longas, “é da maior justiça que possam reformar-se sem qualquer penalização”.

Será já este sábado, que a localidade de Casa branca, no concelho de Sousel, recebe a 15ª edição do Ecnontro de Poesia Popular do Concelho.

O evento terá lugar a partir das 15 horas, na Casa do Povo de Casa Branca e está prevista a participação de dezenas de poetas populares que assim irá dar a conhecer a sua obra.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Março 2017 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31