Coord. do Bloco de Esquerda diz à Rádio Campanário diz que o fundo que quer adquirir o Novo Banco apenas quer “comprar barato, vender rápido e fazer lucro” (c/som)

Publicado em Revista de Imprensa 10 janeiro, 2017

A Coordenadora Distrital de Évora do Bloco de Esquerda (BE), Maria Helena Figueiredo, no seu comentário desta sexta-feira, dia 6 de janeiro, falou sobre a venda do Novo Branco, sobre as agressões entre jovens, fazendo ainda um balanço do ano 2016 e dando as suas expetativas para 27.

Sobre a venda do Novo Banco, Maria Helena Figueiredo defendeu “a integração na esfera do estado do novo banco, sendo agora novidade o juntar de alguns membros da direita”. Sobre o fundo indicado pelo Banco de Portugal como melhor posicionado para comprar o Novo Banco, a Coordenadora Distrital do Bloco de Esquerda afirma que em cima da mesa está agora “um fundo especulativo, pois o seu objetivo é comprar barato, vender rápido e fazer lucro.”

Já sobre a violência entre os jovens, Maria Helena Figueiredo, aponta como um dos fatores para que isto aconteça “os cortes absolutos e desmantelamento dos serviços publico”, o que na sua opinião leva à inexistência de organismos públicos para analisar as situações problemáticas.

No balanço de 2016, Maria Helena Figueiredo refere que foi “um ano marcante ao nível interno e ao nível internacional”, destacando a nível internacional “a grande crise de refugiados” e nível nacional “a mudança de políticas, temos de novo as pessoas no centro das preocupações politicas”. Para 2017 deseja que “ seja possível aprofundar as políticas de recuperação de rendimentos, as políticas de investimento na economia e as políticas de reforço e consolidação da coesão territorial”.

Veja também...

Histórico de Notícias

« Agosto 2017 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31