Deputado António Costa da Silva afirma que “Aumento Salarial deve ser baseado na capacidade das empresas e do país o suportarem, tendo em conta a inflação.” (c/som)

Publicado em Revista de Imprensa 16 janeiro, 2017

O deputado António Costa da Silva, eleito pelo círculo de Évora do PSD à Assembleia da República, no seu comentário desta segunda-feira, dia 16 de janeiro de 2017, falou sobre a polémica dos últimos dias relacionada com a TSU e comentou as declarações de Armando Vara sobre a Caixa Geral de Depósitos.

O Deputado iniciou o seu comentário dizendo que o PSD é favorável ao aumento salarial e indicou a proposta do atual Governo onde em resposta ao aumento salarial foi sugerido a redução em 1,25% da Taxa Social Única, de seguida referiu que a resolução do problema poderia estar na negociação prévia com os partidos e de seguida com a Concertação Social em vez de se tentar resolver no Parlamento.

Sobre as criticas ao PSD, António Costa da Silva defendeu o seu partido referindo que o PSD não promove esta discussão no Parlamento e o Aumento Salarial deve ser baseado na capacidade das empresas e do pais o suportarem, tendo em conta a inflação.

Em relação às declarações de Luís Marques Mendes este fim de semana, o deputado considerou as declarações erradas e ofensivas perante os deputados e o atual líder do PSD, Pedro Passos Coelho.

Comentando as declarações de Armando Vara sobre a Caixa Geral de Depósitos, o Deputado do PSD desaprovou as ações do banco, defendendo que deveriam ter sido mais conservadores e alertou aos utentes para estarem atentos á situação do banco, que pela segunda vez se encontra sem gestão.

Veja também...

Histórico de Notícias

« Março 2017 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31