“Não queremos reformas dois dias antes de morrer” para os trabalhadores, diz Maria Helena Figueiredo no seu comentário semanal (c/som)

Publicado em Revista de Imprensa 21 abril, 2017

A Coordenadora Distrital de Évora do Bloco de Esquerda (BE), Maria Helena Figueiredo, no seu comentário desta sexta-feira, 21 de Abril, começou por falar sobre a proposta do Governo para aumentar todos os anos a idade mínima para a reforma, dizendo que “essa realidade já tem ocorrido nos últimos dois anos”.

“Percebemos que os encargos com as reformas e pensões, são encargos substanciais, portanto há que garantir a sustentabilidade do sistema”, referiu a Comentadora e diz ainda que “será preciso, cada vez mais, olhar para a forma como são feitos os descontos para a Segurança Social”.

Segundo a Comentadora Bloquista, “não deverá ser sempre a penalização a recair para aqueles que trabalham”, e na sua opinião “nós temos a obrigação de não penalizar aqueles que já foram penalizados pela sociedade”.

Maria Helena Figueiredo diz ainda que “as pessoas devem ter direito a respirar um pouco, a apreciar um pouco a vida, ainda quando têm alguma saúde, não vamos querer reformas dois dias antes de morrer”, mencionou, e acrescenta que “precisamos que as pessoas tenham possibilidade de usufruir daquilo para que descontaram”.

Sobre o tema dos desempegados sem subsídio, em que o Governo terá avançado com uma medida extraordinária de apoio a quem não reúne condições necessárias para obtenção do mesmo. Maria Helena Figueiredo diz que “felizmente os números vão diminuindo”.

Segundo a Comentadora, é necessário um esfoço do Governo e dos Partidos para um “reagulhar” dos recursos financeiros disponíveis, e diz também que “há muita coisa a reverter ainda” entre este e o próximo ano.

No final do seu comentário a Comentadora Maria Helena Figueiredo falou em torno dos recentes atentados em França, e referiu que “atendado que favorece, obviamente, a candidata Marine Le Pen”.

“Todos estes atentados têm vindo a ter origem no mesmo local, apesar de muitos deles terem serem praticados por cidadãos que nasceram e cresceram na Europa”, mencionou a Bloquista e diz “pretendem limitar-nos, submetermo-nos, pelo medo” que “é nossa obrigação combater o medo”.

No final do comentário, a Comentadora da RC diz que este recente atentado “vai levar a que muita gente, numa reação primária, vote naqueles que defendem a expulsão dos emigrantes (…) e que apostam em políticas de grande secularismo”.

Veja também...

Histórico de Notícias

« Outubro 2017 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31