Protestar “é um passo, por incrível que possa parecer” diz Carlos Zorrinho no seu comentário semanal sobre manifestações na Saúde (c/som)

Publicado em Revista de Imprensa 16 maio, 2017

O eurodeputado Carlos Zorrinho no seu comentário desta terça-feira, dia 16 de Maio, começou por fazer um breve comentário sobre os acontecimentos deste fim de semana, dizendo que “mais importante que as repercussões internacionais, são as repercussões nacionais”.

O Comentador da Rádio Campanário destaca a “confiança” que traz a Portugal e a “economia portuguesa a acelerar”.

Em torno das recentes notícias que apontam no bom caminho da economia nacional, em que as exportações se distanciaram das importações, Carlos Zorrinho diz que “temos sempre que sentir os pés bem no chão”.

Segundo Carlos Zorrinho “todas as peças se estão a alinhar, incluindo o Presidente da República e o Governo” de forma a “criar uma dinâmica muito positiva”, e há que, cada um, “aproveitar o momento o melhor que pode (…) ajudando o país”.

Em torno da greve no setor da saúde, em as notícias referem que o Ministro da Saúde irá negociar com os Sindicatos, e na opinião de Carlos Zorrinho as pessoas tiveram 4 anos “desanimadas” e acharam “que já não valia a pena lutar”.

“É evidente que nem toda a gente está satisfeita”, referiu o Comentador acrescentando ser fundamental as pessoas “achar que vale a pena protestarem”, mencionando logo de seguida que “isso é um passo, por incrível que possa parecer”.

“Acho que se vai encontrar uma solução de compromisso” diz o Comentador da RC, acrescentando que “não será possível dar agora tudo, mas é possível, se calhar, criar um quadro de médio prazo”.

Veja também...

Histórico de Notícias

« Novembro 2017 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30