26 maio, 2017
Augusta Serrano
Notícias
17:00-19:30

“Temos que jogar as regras do jogo porque também quando temos problemas, vamos ao Banco Central Europeu buscar dinheiro” diz Carlos Zorrinho, no seu comentário semanal

Publicado em Revista de Imprensa 28 março, 2017

O eurodeputado Carlos Zorrinho no seu comentário desta terça-feira, dia 21 de Março, começou por falar da venda do Novo banco, dizendo inicialmente que “o PS, o BE e o PCP, do ponto de vista da sua visão europeia, têm posições diferentes”.

“Portugal aceitou fazer parte da União Europeia, isso significa que há uma regulação que é assumida pela Comissão Europeia e pelo Banco Central Europeu” disse o Comentador da Rádio Campanário, e referiu “temos que jogar as regras do jogo, que são as regras europeias, porque também quando temos problemas, vamos ao Banco Central Europeu buscar dinheiro”.

Sobre os apoios na bancada parlamentar a esta medida, Carlos Zorrinho diz que “o PSD e o CDS são Partidos que têm uma visão de integração europeia, o que seria normal, é que esses Partidos possam viabilizar a solução”, indicou haver uma “fronteira” e acrescentou “que é a Comissão Europeia, o Banco Central Europeu e são as regras que daí decorrem”.

Ainda sobre a venda do Novo Banco, do qual o Estado ficará com 25% do Banco, O Comentador da Rádio Campanário diz que “é uma espécie de prova de inserção e de comprometimento com a estratégia que vai ser seguida para o Banco”, acrescentou que “tem a ver, um pouco, com as políticas da Comissão Europeia” e afirmou ainda, “temos que rapidamente estabilizar o nosso sistema financeiro, porque neste momento é talvez a parte mais frágil (…) na nossa sociedade”.

Em torno das recentes notícias que dão conta de pagamentos em atraso nos hospitais, Carlos Zorrinho referiu que “em todos os testes que foram feitos internacionalmente (…) o nosso Serviço Nacional de Saúde continua a ser um serviço que nos orgulha e que algumas vezes falha, mas em média dá respostas muito boas”.

“Devemos ser ambiciosos e queremos coisas sempre melhores, mas as pessoas ficam espantadas com a capacidade de resposta que o nosso sistema tem”, disse o Comentador Carlos Zorrinho no final do seu comentário, afirmou de seguida que “não há nenhum sinal, neste momento, de qualquer rotura financeira dos serviços”.

 

Veja também...

Histórico de Notícias

« Maio 2017 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31