12 dezembro, 2017
Augusta Serrano;
Firmamento da Noite
22:00-04:00

Alentejo não registava três anos consecutivos de quebra de produção de vinhos há duas décadas, diz presidente da CVRA (c/som)

Publicado em Regional 23 novembro, 2017

Os produtores de vinhos registam neste ano uma quebra de 9% face ao ano anterior, significando isto, a terceira quebra consecutiva de produção, algo que não era registado em mais de 20 anos.

À RC, Francisco Mateus, presidente da Comissão Vitivinicola Regional Alentejana (CVRA), confirma “uma quebra na produção”, forçando a “uma gestão mais criteriosa dos stocks por parte dos produtores”.

Tendo em conta que “a produção de vinho está muito ligada às condições climatéricas, e que, este ano não foram favoráveis”, os vinhos do Alentejo registam “uma quebra na ordem de 9%”, fazendo referencia aos dados divulgados pelo Instituto da Vinha e do Vinho.

No entanto, “não é nenhum drama que aí vem para os vinhos do Alentejo”, sustentou o presidente da CVRA, destacando “a boa qualidade que certamente vamos ter este ano no vinho” da região”.

O motivo de preocupação entre os produtores vitivinícolas prende-se com o “facto de ser a terceira vindima consecutiva com perda de produção”, motivando a afirmação de que “obviamente que há aqui algum desequilíbrio”.

“O Alentejo está habituado a viver com condições climatéricas extremas”, ainda assim, refere que nas estatísticas dos últimos 20 anos, “nunca tivemos três anos consecutivos de perda de produção”, referindo que chegou a ser previsto “um ligeiro aumento” para a colheita deste ano.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Dezembro 2017 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31