Evora

Autarca de Évora diz que “verbas que as autarquias têm, são insuficientes” para manutenção das estradas (c/som)

Publicado em Regional 15 março, 2017

Os municípios portugueses querem que seja criado um mecanismo financeiro que sirva principalmente para intervir nos cerca de 92 mil quilómetros de estrada, em más condições, que se encontram sob a sua tutela.

A manutenção de tanto quilómetro de estrada, exige um investimento que os municípios nacionais não têm capacidade, como tal a Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP) apresentou uma proposta para a criação de um fundo de 500 milhões de euros, aos ministros Adjunto, Eduardo Cabrita, e do Planeamento, Pedro Marques.

Em declarações á Rádio Campanário, Carlos Pinto, Presidente da Câmara Municipal de Évora, falou sobre as estradas do distrito, dizendo que “é um problema nacional”.

“O pais não são as autoestradas que se fizeram, o pais são sobretudo pequenas estradas do interior, estradas regionais e estradas municipais que precisam de intervenção”, afirmou o Presidente do Município Eborense, acrescentou também que “é necessário encontrar soluções, porque as verbas que as autarquias têm, são insuficientes”.

Quanto a medidas para a manutenção das estradas, Carlos Pinto diz esperar que “esta solução seja entrada de forma a que não continuemos a ver a degradação da rede viária secundária, em particular a rede municipal, que é profundamente penalizadora das populações”.

Já no final das suas declarações, “temos problemas que são comuns a muitos outros concelhos” sublinhou o Presidente da Câmara de Évora, em torno das estradas do município.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Agosto 2017 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31