Religiao

Declarações do Arcebispo de Évora sobre a importância das procissões na igreja (c/som)

Publicado em Regional 21 setembro, 2017

D. José Alves, Arcebispo da Arquidiocese de Évora esteve à conversa com a Rádio Campanário, onde analisou a importância das celebrações religiosas e comentou a situação atual das mesmas.

De acordo com as suas palavras, o Arcebispos de Évora, D. José Alves, considera que as procissões são algo que está “muito enraizado na natureza humana”, sobre o qual refere que “nós todos somos itinerantes, caminheiros e peregrinos neste mundo e na cidade de Deus”.

Na sua opinião, as procissões “nunca acabarão”, embora reconheça que, por vezes, a religiosidade popular “se deteriorou e deturpou- em alguns pormenores”, embora, à medida que é esclarecida “adquire um novo rigor e retorna”, referiu.

“Como Bispo, entendo que devo contribuir com a minha presença, palavra e com também com o meu modo de orientar a vida da diocese”, de forma a que as manifestações de fé sejam “de uma fé autentica e verdadeira, que não se deixem deturpar e que não percam o essencial” acrescentou D. José Alves.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Outubro 2017 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31