Alentejo

IEFP “está disponível para conhecer as necessidades” formativas dos investidores, diz Delegado Regional (c/som)

Publicado em Regional 18 outubro, 2017

O Instituto de Educação e Formação Profissional (IEFP) tem vindo a desenvolver a sua oferta formativa, visando ir ao encontro das necessidades dos investimentos de que a região Alentejo tem vindo a ser alvo, nomeadamente no setor da indústria aeronáutica.

Arnaldo Frade, Delegado Regional do Alentejo do IEFP, em declarações à Rádio Campanário, afirma que o instituto “está disponível para conhecer as necessidades” formativas dos futuros investimentos, para disponibilizar as formações “atempadamente”.

Tendo a região registado mais de 19 mil empregados no passado mês de setembro (sendo mais de 6 mil do Alentejo Central), considera “importante que estas pessoas possam ser qualificadas”, sendo de igual relevância o contributo dos investidores, informando das “qualificações de que precisam”.

No sentido de prever as necessidades formativas para a região e visando diminuir os números do desemprego, “pedimos contributos” a diversas entidades, afirma, nomeadamente “associações empresarias, municípios”.

O IEFP dispõe na sua “estrutura orgânica” de Conselhos Consultivos Regionais e Locais, “nos serviços de formação”, que contam com representantes de “vários setores de atividade, e dos municípios”. Junto destes órgãos, é feita uma recolha de “contributos para o plano de atividades do instituto”.

Outra forma de detetar áreas em que a formação poderá ser requerida, é através da análise das ofertas de emprego às quais o instituto não consegue dar resposta.

Não se restringindo às “conceções dos trabalhadores do instituto”, a determinação do plano de ação do IEFP apresenta-se como um “processo dinâmico” que envolve o contributo de vários parceiros.

 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Novembro 2017 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30