Vila Vicosa

Morte da Duquesa Dona Leonor foi alvo de conferência em Dia de Museus (c/som e fotos)

Publicado em Reportagens 19 maio, 2017

Celebrou-se ontem, dia 18 de Maio, o Dia internacional dos Museus em que a Fundação da Casa de Bragança comemorou com uma conferência onde se falou sobre a trágica história da Duquesa Dona Leonor.

A grande particularidade, é ter sido falado no local dos acontecimentos, onde foi possível estar no Jardim da Duquesa do Paço Ducal, visualizando o espaço e recriando os acontecimentos.

Alberto Ramalheira, Presidente do Conselho Administrativo da Fundação da Casa de Bragança, falou com a Rádio Campanário, que nos revelou o principal tema da conferência “que era dizer o indizível”.

Segundo o Presidente, “este drama da morte, pelo marido, da Duquesa” é um tema “bastante importante” que foi historicamente “mal tratado em algumas ocasiões”, e através desta conferência foi a possibilidade de “reconstruirmos a verdade histórica”.

Alberto Ramalheira diz ainda que “a história deve procurar a verdade”, acrescentando que “foi pena termos uma audiência relativamente pequena” e menciona que todo este tema se encontra no livro da autoria de Marta Páscoa, Muitas Cousas nº2.

“Foi para nós um prazer termos esta oportunidade e ouvirmos de viva vós uma historicista”, referiu e disse também que “a nossa missão é restabelecer tudo o que a história nos conta, mas com verdade” e “darmos a conhecer o que é a realidade de uma família como a Casa de Bragança”, acrescentando que “pretendemos dar continuidade em memória de D. Manuel II”.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Setembro 2017 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30