19.8 C
Vila Viçosa
Quinta-feira, Setembro 21, 2023

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Rendas acessíveis do IHRU chegam a mais 27 famílias em agosto

Ekonomista

Estão assinados, com efeitos a 1 de agosto, mais 27 contratos de arrendamento a preços acessíveis, no âmbito dos sorteios que o Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana, I.P. (IHRU) tem aberto para dar resposta às famílias em Portimão, Porto, Lisboa, Entroncamento, Montijo e Évora.

Desde o início do ano, já foram atribuídas 58 habitações, das tipologias T1 a T3, que advêm de aquisições e reabilitações feitas pelo IHRU para dar resposta a famílias que não têm acesso por via do mercado e que cumprem os critérios de elegibilidade do Programa de Arrendamento Apoiado. Estas 58 habitações somam às 78 atribuídas nos dois anos antes (40 em 2021 e 38 em 2022).

Os critérios para que uma família seja elegível nestes sorteios são, entre outras, que apresente um rendimento anual bruto até 35 mil euros, no caso de o agregado ser composto por um elemento, ou até 45 mil euros, se forem duas pessoas. Para famílias mais numerosas, com mais de dois indivíduos, o teto sobe mais cinco mil euros por cada pessoa a mais. Por exemplo, para um agregado constituído por três elementos, o rendimento bruto anual máximo admitido é de 50 ml euros: 45 mil euros mais cinco mil euros pela terceira pessoa. 

Esta iniciativa enquadra-se no conjunto das soluções habitacionais disponibilizadas pelo IHRU para garantir o acesso à habitação a estas famílias, sendo que a informação sobre os vários concursos que vão decorrendo encontra-se em ihruarrenda.portaldahabitacao.pt

Populares

Ekonomista

Estão assinados, com efeitos a 1 de agosto, mais 27 contratos de arrendamento a preços acessíveis, no âmbito dos sorteios que o Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana, I.P. (IHRU) tem aberto para dar resposta às famílias em Portimão, Porto, Lisboa, Entroncamento, Montijo e Évora.

Desde o início do ano, já foram atribuídas 58 habitações, das tipologias T1 a T3, que advêm de aquisições e reabilitações feitas pelo IHRU para dar resposta a famílias que não têm acesso por via do mercado e que cumprem os critérios de elegibilidade do Programa de Arrendamento Apoiado. Estas 58 habitações somam às 78 atribuídas nos dois anos antes (40 em 2021 e 38 em 2022).

Os critérios para que uma família seja elegível nestes sorteios são, entre outras, que apresente um rendimento anual bruto até 35 mil euros, no caso de o agregado ser composto por um elemento, ou até 45 mil euros, se forem duas pessoas. Para famílias mais numerosas, com mais de dois indivíduos, o teto sobe mais cinco mil euros por cada pessoa a mais. Por exemplo, para um agregado constituído por três elementos, o rendimento bruto anual máximo admitido é de 50 ml euros: 45 mil euros mais cinco mil euros pela terceira pessoa. 

Esta iniciativa enquadra-se no conjunto das soluções habitacionais disponibilizadas pelo IHRU para garantir o acesso à habitação a estas famílias, sendo que a informação sobre os vários concursos que vão decorrendo encontra-se em ihruarrenda.portaldahabitacao.pt