09 Dez. 2022
Augusta Serrano
Ecos da Planura
09:00-11:00

Portugal continental registou no final de outubro um desagravamento da situação de seca meteorológica em todo o território em relação a setembro, segundo o último boletim climatológico do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

No final de outubro, apenas 12,4% de Portugal continental estava em seca fraca, enquanto 45,5% estava em situação normal e 42,1% em chuva fraca, de acordo com o índice meteorológico de seca (PDSI) disponível no ‘site’ do IPMA.

Os dados indicam que no final de outubro verificou-se um desagravamento significativo da área e da intensidade da situação de seca meteorológica em todo o território, terminando mesmo nas regiões Norte e Centro e no Alto Alentejo.

Nas regiões do Baixo Alentejo e Algarve ainda se mantém a classe de seca fraca em muitos locais.

No final do mês de outubro, verificou-se um aumento generalizado em todo o território dos valores de percentagem de água no solo.

O instituto classifica em nove classes o índice meteorológico de seca, que varia entre “chuva extrema” e “seca extrema”.

De acordo com o IPMA, existem quatro tipos de seca: meteorológica, agrícola, hidrológica e socioeconómica.

A seca meteorológica está diretamente ligada ao défice de precipitação, quando ocorre precipitação abaixo do que é normal.

Além do índice de seca, o Boletim Climatológico do IPMA, indica que o mês de outubro foi classificado como frio e chuvoso, sendo o 2.º mais frio dos últimos 20 anos (outubro de 2003 foi o pior).

O valor médio da temperatura média do ar (15,36 graus Celsius) foi inferior ao normal.

Segundo o IPMA, o valor médio da temperatura mínima do ar (9,88 graus), foi -1,31 graus inferior ao valor normal, sendo o 9.º mais baixo desde 1931 e o mais baixo dos últimos 20 anos.

Já o valor médio da temperatura máxima do ar (20,84 graus) foi o 3.º valor mais baixo desde 2000.

De acordo com o boletim, o mês de outubro foi marcado por alguma variabilidade nos valores de temperatura do ar, sendo a temperatura média em geral inferior ao valor normal mensal, exceto entre os dias 6 e 11 de outubro.

O menor valor da temperatura mínima no continente foi registado no dia 15 em Miranda do Douro, distrito de Bragança, (-0,9 graus Celsius) e o maior valor da máxima (32,8 graus) em Alvalade (Setúbal) em 8 de outubro.

O IPMA indica também que o valor médio da quantidade de precipitação em outubro, 119,7 milímetros, corresponde a 120% do valor normal 1971-2000 (98,2 milímetros).

Nos dias 19 e 20 de outubro, ocorreram valores de precipitação muito elevados, em todo o território, mas em particular nas regiões do Centro e Sul, associados à aproximação e passagem da depressão Bárbara.

Segundo o IPMA, foram ultrapassados os maiores valores diários de precipitação nas estações meteorológicas de Évora, Portalegre, Portel (Évora), Zebreira (Castelo Branco), Tomar (Santarém), Figueira de Castelo Rodrigo (Guarda) e Viseu.

O maior valor de precipitação foi registado em 20 de outubro em Portalegre com 150,1 milímetros.

O maior valor mensal da quantidade de precipitação em outubro foi registado na estação meteorológica de Covilhã, distrito de Castelo Branco, (282,8 milímetros), e o menor valor na de Albufeira, Faro, (32,2 milímetros).

(Fonte – Agência Lusa)

Portugal está oficialmente, desde as 00h00, em Estado de Emergência. Até ao dia 23 de novembro, estão em vigor regras mais restritivas, com intuito de combater a evolução da pandemia COVID-19 no país.

O Governo reuniu-se este sábado, em Conselho de Ministros, para definir as medidas a aplicar no Estado de Emergência, que entra em vigor às 00h00 do dia 9 de novembro. O Conselho de Ministros determinou as seguintes medidas:

proibição de circulação na via pública entre as 23h00 e as 05h00 em dias de semana e a partir das 13h00 aos sábados e domingos. Esta medida aplica-se exclusivamente aos 121 concelhos (entre os quais Vila Viçosa) com risco elevado de transmissão da COVID-19;

A possibilidade de realizar medições de temperatura corporal por meios não invasivos, no acesso a:

  • Locais de trabalho;
  • Estabelecimentos de ensino;
  • Meios de transporte;
  • Espaços comerciais, culturais e desportivos.

No caso da recusa de medição de temperatura corporal ou nos casos em que a temperatura corporal for igual ou superior a 38.º C pode determinar-se o impedimento no acesso aos locais mencionados.

A medição de temperatura corporal não prejudica o direito à proteção individual de dados.

A possibilidade de exigir testes de diagnóstico para a COVID-19 nas seguintes situações:

  • Em estabelecimentos de saúde.
  • Em estruturas residenciais;
  • Em estabelecimentos de ensino;
  • À entrada e à saída de território nacional, por via aérea ou marítima;
  • Em Estabelecimentos Prisionais;
  • Outros locais, por determinação da DGS.
     

A possibilidade de requisitar recursos, meios e estabelecimentos de saúde dos setores privado e social, após tentativa de acordo e mediante justa compensação.

A mobilização de recursos humanos para reforço da capacidade de rastreamento (ex: realização de inquéritos epidemiológicos, rastreio de contactos, seguimento de pessoas sob vigilância ativa)nomeadamente:

  • Trabalhadores em isolamento profilático;
  • Trabalhadores de grupos de risco;
  • Professores sem componente letiva;
  • Militares das Forças Armadas.

A Assembleia da República aprovou, no dia 6 de novembro, a declaração de Estado de Emergência para combater a evolução da pandemia COVID-19 no país, com os votos a favor do PS, PSD, CDS-PP e da deputada não inscrita Cristina Rodrigues e os votos contra de PCP, PEV, IL e de Joacine Katar Moreira. Bloco de Esquerda, PAN e CHEGA abstiveram-se.

Em entrevista à Antena 1, o Primeiro-Ministro, António Costa, colocou a hipótese de manter o Estado de Emergência até o final da pandemia.

Município de Aljustrel ergueu marco evocativo à N2 para potenciar esta via e rota turística

Veja aqui 

https://www.radiocampanario.com/ultimas/regional/municipio-de-aljustrel-ergueu-marco-evocativo-a-n2-para-potenciar-esta-via-e-rota-turistica

 

Presidente da Freguesia de Belver (Gavião) poderá assumir funções de Deputada na Assembleia da República

Veja aqui 

https://www.radiocampanario.com/ultimas/regional/presidente-da-freguesia-de-belver-gaviao-podera-assumir-funcoes-de-deputada-na-assembleia-da-republica

 

Município de Sousel retoma amanhã os transportes escolares

Veja aqui 

https://www.radiocampanario.com/ultimas/regional/municipio-de-sousel-retoma-amanha-os-transportes-escolares

 

COVID-19: Registado mais um óbito no concelho de Sines

Veja aqui 

https://www.radiocampanario.com/ultimas/regional/covid-19-registado-mais-um-obito-no-concelho-de-sines

 

#EstudoEmCasa: A partir de amanhã, Telescola vai disponibilizar conteúdos para o Ensino Secundário

Veja aqui 

https://www.radiocampanario.com/ultimas/regional/estudoemcasa-a-partir-de-amanha-telescola-vai-disponibilizar-conteudos-para-o-ensino-secundario

 

COVID-19: Aumentou o número de casos ativos no concelho de Vila Viçosa

Veja aqui 

https://www.radiocampanario.com/ultimas/regional/covid-19-aumentou-o-numero-de-casos-ativos-no-concelho-de-vila-vicosa

 

COVID-19: Distrito de Portalegre regista 208 casos ativos. ULSNA já realizou perto de 22.000 testes

Veja aqui 

https://www.radiocampanario.com/ultimas/regional/covid-19-distrito-de-portalegre-regista-208-casos-ativos-ulsna-ja-realizou-perto-de-22-000-testes

 

Presidente da Associação do Cemitério dos Ingleses em Elvas reconhecido pela rainha Isabel II

Veja aqui 

https://www.radiocampanario.com/ultimas/regional/presidente-da-associacao-do-cemiterio-dos-ingleses-em-elvas-reconhecido-pela-rainha-isabel-ii

 

Primeiro-Ministro estará amanhã em Évora para adjudicar a obra do novo Hospital Central do Alentejo

Veja aqui 

https://www.radiocampanario.com/ultimas/regional/primeiro-ministro-estara-amanha-em-evora-para-adjudicar-a-obra-do-novo-hospital-central-do-alentejo

 

COVID-19/Dados DGS: Portugal regista mais 5.784 novos infetados e 48 óbitos

Veja aqui 

https://www.radiocampanario.com/ultimas/regional/covid-19-dados-dgs-portugal-regista-mais-5-784-novos-infetados-e-48-obitos

 

COVID-19/Dados DGS: Alentejo regista mais 91 novos casos e 2 mortes

Veja aqui 

https://www.radiocampanario.com/ultimas/regional/covid-19-dados-dgs-alentejo-regista-mais-91-novos-casos-e-2-mortes

 

Novo restaurante em Campo Maior une azeite, café e vinho alentejanos

Veja aqui 

https://www.radiocampanario.com/ultimas/regional/novo-restaurante-em-campo-maior-une-azeite-cafe-e-vinho-alentejanos

 

Redondo: Semana Gastronómica das Migas começa hoje e decorre até 15 de novembro

Veja aqui 

https://www.radiocampanario.com/ultimas/agenda-cultural/redondo-semana-gastronomica-das-migas-comeca-hoje-e-decorre-ate-15-de-novembro

 

COVID-19: Baixo Alentejo regista 17 pessoas infetadas internadas nos Cuidados Intensivos

Veja aqui 

https://www.radiocampanario.com/ultimas/regional/covid-19-baixo-alentejo-regista-17-pessoas-infetadas-internadas-nos-cuidados-intensivos

 

COVID-19: Concelho de V. Viçosa registou mais um caso positivo no dia 7 de novembro

Veja aqui 

https://www.radiocampanario.com/ultimas/regional/covid-19-concelho-de-v-vicosa-registou-mais-um-caso-positivo-no-dia-7-de-novembro

 

Concelho de Borba perto dos 50 casos de COVID-19

Veja aqui 

https://www.radiocampanario.com/ultimas/regional/concelho-de-borba-perto-dos-50-casos-de-covid-19

 

Centro Escolar de Ourique encerrado devido a casos de COVID-19

Veja aqui 

https://www.radiocampanario.com/ultimas/regional/centro-escolar-de-ourique-encerrado-devido-a-casos-de-covid-19

 

COVID-19: Mais 15 novos casos positivos no concelho de Elvas nas últimas 24 horas

Veja aqui 

https://www.radiocampanario.com/ultimas/regional/covid-19-mais-15-novos-casos-positivos-no-concelho-de-elvas-nas-ultimas-24-horas

 

Pres. da Câmara de Mora afirma que SNS está "sem capacidade para responder” à COVID-19. Concelho regista mais de 20 casos ativos

Veja aqui 

https://www.radiocampanario.com/ultimas/regional/pres-da-camara-de-mora-afirma-que-sns-esta-sem-capacidade-para-responder-a-covid-19-concelho-regista-mais-de-20-casos-ativos

 

COVID-19: Concelho de Redondo regista subida do número de casos recuperados

Veja aqui 

https://www.radiocampanario.com/ultimas/regional/covid-19-concelho-de-redondo-regista-subida-do-numero-de-casos-recuperados

 

Concelho de Estremoz regista segunda morte provocada pela COVID-19

Veja aqui 

https://www.radiocampanario.com/ultimas/regional/concelho-de-estremoz-regista-segunda-morte-provocada-pela-covid-19

 

COVID-19: Proteção Civil envia SMS de alerta das medidas do Estado de Emergência

Veja aqui 

https://www.radiocampanario.com/ultimas/regional/covid-19-protecao-civil-envia-sms-de-alerta-das-medidas-do-estado-de-emergencia

 

Pardais: GNR detém homens em flagrante delito a roubar cabos de ligação, após denúncias da população (C/SOM)

Veja aqui 

https://www.radiocampanario.com/ultimas/entrevistas/pardais-gnr-detem-homens-em-flagrante-delito-a-roubar-cabos-de-ligacao-apos-denuncias-da-populacao

 

COVID-19: Concelho de Montemor-o-Novo regista 55 casos ativos e cerca de 100 casos recuperados

Veja aqui 

https://www.radiocampanario.com/ultimas/regional/covid-19-concelho-de-montemor-o-novo-regista-55-casos-ativos-e-cerca-de-100-casos-recuperados

O Município de Montemor-o-Novo atualizou, este domingo, o Boletim Epidemiológico COVID-19 no concelho.

De acordo com as informações disponibilizadas pela autarquia, registaram-se mais seis novos casos positivos e sete casos recuperados face ao dia anterior.

Até ao dia de hoje, o concelho de Montemor-o-Novo regista 150 casos confirmados de COVID-19, dos quais 55 encontram-se ativos e 95 estão recuperados.

A GNR deteve, este domingo, um grupo de indivíduos em flagrante delito a roubaram cabos de ligação, perto da Freguesia de Pardais, depois de a população ter alertado que tinham ficado sem acesso à Internet, TV e telefone.

Em declarações à Rádio Campanário, Inácio Esperança, presidente da Junta de Freguesia de Pardais, conta que a população da freguesia ficou sem ligação à Internet, TV e telefones e reclamaram à ALTICE-MEO, que por sua vez falou com a GNR. Os militares da Guarda foram averiguar a situação e apanharam os indivíduos em flagrante delito.

Segundo o autarca, “a GNR apanhou os indivíduos em flagrante delito a cortarem os cabos de ligação, entre Alandroal e Pardais na freguesia de Pardais. Roubaram 800 metros de cabo”. Inácio Esperança adianta ainda que, segundo informação do responsável da MEO no distrito de Évora, “foram apanhados junto à Estrada Nacional 255”.

O presidente da Freguesia de Pardais refere que não sabe de onde são os infratores ou quantas pessoas estão envolvidas – “Estão detidos no Posto da GNR de Alandroal para interrogatório. O responsável da MEO de Évora já apresentou queixa e serão presentes a Tribunal amanhã”, divulgou.

Inácio Esperança referiu ainda que o responsável da MEO lhe contou “que houve roubos [de cabo] em Orada, Nora e na zona de Juromenha”.

O Presidente da Junta de Pardais espera que a justiça tenha “mão pesada” para os infratores.

A Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) enviou, este domingo, um SMS à população a alertar para as medidas de Estado de Emergência, que entra em vigor em Portugal a partir da meia-noite desta segunda-feira.

Pode ler-se na mensagem enviada "COVID-19. Estado Emergencia: circulacao proibida em concelhos de risco entre 23h-5h e proximos 2 fins-de-semana a partir 13h. Info covid19estamoson.gov.pt /ANEPC"

Recorde-se que Portugal entra em Estado de Emergência a partir do dia 9 de novembro e vigorará até ao dia 23 de novembro.

O concelho de Estremoz registou a segunda morte por COVID-19. A informação é avançada pelo Município, ao final da tarde deste domingo, dia 8 de novembro.

De acordo com os dados divulgados pela autarquia, o concelho de Estremoz regista 132 casos confirmados de COVID-19, dos quais 122 estão ativos, oito recuperados e dois óbito.

 

A Câmara Municipal de Redondo, em nota, divulgou este domingo, situação epidemiológica no concelho, na qual se regista mais cinco casos recuperados de COVID-19 e um novo caso positivo.

Desta forma, o concelho de Redondo regista até ao momento 94 casos confirmados, dos quais 40 encontram-se ativos e 55 já estão recuperados.

A autarquia lembra a população de que “estamos em Estado de Calamidade no qual se justifica a adoção de medidas mais restritivas do que aquelas que têm vindo a ser tomadas. Não devemos estragar tudo o que de bom fizemos até aqui!”

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Dezembro 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31