×

Alerta

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 63
JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 68

A Polícia Judiciária, através da Diretoria do Sul, desenvolveu no dia de ontem, no Alentejo, uma operação policial, designada Operação Primavera, com vista ao combate à pornografia de menores.

A informação é avançada pela Polícia Judiciária, na sua página oficial, referindo "a operação consistiu na realização de buscas domiciliárias que culminaram na apreensão de diversificado material informático (nomeadamente computadores, discos externos e telemóveis) e na detenção de dois homens."

Aos detidos, adianta ainda a PJ,  com 25 e 50 anos de idade, foram apreendidas centenas de ficheiros (imagens e vídeos) contendo menores – de tenra idade – em atos sexuais explícitos com adultos, tendo sido identificado um sistema operativo que possibilita a navegação anónima na internet.

Foi igualmente detetada a existências de múltiplas contas de acesso a diferentes serviços na internet. Com particular relevo, salienta-se a recolha de elementos que indiciam fortemente que, pelo menos, um dos detidos, criava perfis nas redes socias com a indicação de que era menor de idade, com o propósito de estabelecer conversas de teor sexual e partilha de ficheiros com menores.

As investigações da PJ prosseguem tendo em vista apurar outros intervenientes, residentes em território nacional ou em outros países, relacionados com partilhas de ficheiros pornográficos envolvendo menores.

Os detidos são hoje presentes às autoridades judiciárias para aplicação das medidas de coação.

A Agência Lusa avança entretanto que a detenção ocorru na zona de Beja.

 

A Liga Portugal, em comunicado emitido há poucos instantes, informou que a última jornada da Liga, marcada para 19 de maio, vai ter público nas bancadas. 

A decisão foi tomada depois de várias reuniões da Liga Portugal e da Federação Portuguesa de Futebol com as autoridades de saúde pública e o governo, e que se intensificaram nas últimas semanas.

No comunicado emitido pela Liga pode ler-se "Os jogos da última jornada da Liga NOS vão ter público nas bancadas, sendo autorizada a presença de 10% da lotação dos estádios."

Neste mesmo comunicado é ainda referido "O acesso aos estádios será exclusivamente destinado aos adeptos dos clubes visitados que devem apresentar, à entrada do recinto, o resultado negativo de um teste rápido para a COVID-19. Os clubes devem seguir as orientações que foram aplicadas nos testes-piloto já realizados."

"O plano apresentado pelas entidades desportivas contou com a colaboração e validação da Direção Geral da Saúde", pode ainda ler-se.

Os jogos da última jornada da Liga NOS são eventos-teste que podem viabilizar o regresso de público aos estádios.»

Segundo o Boletim epidemiológico emitido hoje, 11 de maio, pela DGS, o Alentejo  registou 24  novos casos elevando para 29.904 o número de casos já existentes.

Neste momento estão registadas, de acordo com o Relatório, 971  mortes na região, não se registando óbitos nas últimas 24 horas.

 

 

Segundo o boletim epidemiológico emitido hoje, dia 12 de maio, pela DGS, Portugal registou 485 casos, elevando para  840.493 o número de casos confirmados no nosso país.

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 16.998 mortes e 840.493 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando esta quarta-feira ativos 21.874 casos, mais 166 em relação a ontem.

O boletim da DGS revela que estão internados 248 doentes, menos 9 do que ontem, terça-feira.

Nos cuidados intensivos estão 71 doentes, o mesmo número que ontem.

Os dados indicam ainda que mais 315 doentes foram dados como recuperados, fazendo subir para 801.621 o número total de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 19.618 contactos, menos 81 relativamente ao dia anterior.

 

Treze anos depois de a Escola Secundária de Serpa ter sido sinalizada. e oito depois de ter estado incluída nas intervenções definidas pela quarta fase da Parque Escolar (em 2008 e 2013, respetivamente), finalmente há uma viragem nesta matéria, com o Governo a anunciar oficialmente um montante realista para esta intervenção: 3 428 235.31 euros

A informação foi avançada pelo Município de Serpa, em nota enviada à nosa redação, dando conta que "o valor foi avançado através do despacho 3127/A de 23 de março de 2021, numa altura em que a autarquia aguarda, desde janeiro, uma resposta oficial do Governo, relativa a uma proposta de alteração ao acordo de colaboração."

A posição da autarquia, refere a mesma nota, assumida desde o início, de que esteve sempre disponível para ser parte da solução, posição que aliás assumiu ao confirmar que aceitaria ser a entidade promotora de uma candidatura, a 22 de fevereiro de 2017, mostra que "a luta do Município deu frutos, e neste momento o Governo avança com um montante mais perto das reais necessidades para a intervenção, algo que até hoje ainda não tinha sido apresentado oficialmente."

O processo que envolve a obra da Escola Secundária de Serpa tem vindo a mostrar que, caso a autarquia e a comunidade educativa não fizessem pressão junto das entidades competentes, esta, certamente estaria no esquecimento.A autarquia voltou a solicitar, no início de maio, nova reunião com o Ministério da Educação para que se esclareçam alguns pormenores.

A auatqtuia adianta ainda "Como sempre defendemos, trata-se de uma obra urgente, uma vez que o equipamento escolar está muito degradado, sem o mínimo de condições para a comunidade educativa que o ocupa."

A postura do Ministério da Educação tem sido, refere o município, "desde há anos a esta parte, a de passar a “batata quente” para a autarquia, demitindo-se das suas responsabilidades. Neste momento e tendo em conta que a postura do Governo se alterou, tendo já apresentado um montante realista para a intervenção (recordamos que no início do processo a proposta era inferior a um milhão de euros), a autarquia mantem a sua posição de que está disponível para fazer parte da solução, tendo já dado passos na sua concretização, nomeadamente com a assunção da execução do projeto para a obra."

A autarquia aguarda agora o agendamento de reunião com o Ministério da Educação para acertar pormenores.

Os últimos dias trouxeram consigo chuva e uma descida considerável das temperaturas um pouco por todo o País e o Alentejo não foi excepção.

Mas anime-se porque o cenário vai mudar.

De acordo com as previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera, nos próximos dias não se espera chuva.

A Metereologista Patrícia Gomes, em declarações à Rádio Campanário adiantou " que não se espera chuva para os próximos dias e o vento será fraco."

No que diz respeito a temperaturas, a metereologista refere que haverá uma subida gradual das temperaturas, primeiro da temperatura máxima e a partir da noite se sexta para sábado, também da temperatura mínima."

Patrícia Gomes adiantou ainda que a partir de Sábaso o Alentejo ficará com temperaturas acima dos valores normais para esta época do ano.

O alto e baixo Alentejo com previsões idênticas, alternando entre céu pouco geral ou limpo e nuvens altas mas com uma sibida gradual de temperaturas.

No passado dia 9 de maio e em parceria com a Cruz Vermelha Portuguesa (CVP), a Força Aérea realizou um evento massificado de testes à COVID-19 aos 725 militares e civis que participam ou estão diretamente envolvidos no exercício internacional NATO TIGER MEET 2021 (NTM2021), não tendo sido detetado nenhum caso positivo. O evento foi planeado para afiançar e firmar os níveis de segurança para a segunda semana do exercício, e era visto como um teste à sua sobrevivência.

A informação é avançada na página oficial da Força Aérea Portuguesa que refere ainda que este resultado atesta que os protocolos aprovados pela Direção-Geral da Saúde no Plano de Prevenção e Controlo da COVID-19 no NTM2021 estão a ser respeitados e os militares estão empenhados em respeitar o grupo “Tiger” e a comunidade local de Beja nas suas movimentações e ações.

Para o efeito, adianta a FA, foram definidas bolhas e áreas segregadas entre todos os militares diretamente envolvidos no exercício e os militares da Base Aérea de Beja, estabelecendo-se, desta forma, um ambiente seguro para o desenvolvimento das operações aéreas.

O protocolo sanitário em vigor revelou-se essencial para a evolução positiva do exercício, permitindo mitigar preventivamente qualquer possibilidade de propagação do vírus, tendo sido realizados testes semanais a todos os militares participantes no NTM2021.

Segundo a Força Aérea, neste exercício, a equipa de profissionais de saúde da Força Aérea é constituída por 22 elementos, onde se incluem quatro médicos, 12 enfermeiros, três socorristas, um técnico de abastecimento e dois militares da área de secretariado, que em conjunto com os diversos profissionais de saúde da CVP garantem todo o processo de rastreio da COVID-19 no NTM2021, desde o in-processing à testagem. Salienta-se que para a constituição de equipas mistas os militares portugueses receberam uma formação técnica de utilização dos sistemas e protocolos em uso pela CVP.

É igualmente importante referir, acrescenta a FA,  que todos os militares estrangeiros que participam no NTM2021 apresentaram um teste PCR negativo realizado até 72 horas à sua chegada a Portugal, tendo sido testados novamente após sete dias.

Além destas medidas e das que já são obrigatórias na conduta militar, recorda-se que no início do exercício também todos os militares portugueses foram testados à COVID-19. A inexistência de casos positivos nos militares portugueses apenas é possível devido ao seu empenho e espírito de resiliência durante o exercício NTM2021.

Foto: Força Aérea Portuguesa 

A Infraestruturas de Portugal, (IP) avançou que foram publicados em Diário da República dois concursos públicos para o desenvolvimento de Estudos e Projectos para a Modernização da Linha do Alentejo, integrados no Plano Nacional de Investimentos – PNI2030.

Dois concursos públicos foram lançados para a modernização da linha do Alentejo, num investimento global superior a seis milhões de euros, incluindo estudos e projetos para eletrificar o troço ferroviário Casa Branca — Beja conforme foi anunciado.

Em comunicado,  a Infraestruturas de Portugal (IP) revelou que os dois concursos públicos foram publicados em Diário da República, na semana passada.

Em Diário da República já está publicado o concurso público para a elaboração dos estudos e projetos necessários para a modernização do troço entre Casa Branca e Beja e o estudo da execução de uma ligação ferroviária ao Aeroporto de Beja, segundo a IP. O preço-base do procedimento são 3.230.000 euros e a empreitada deve ser executada em 967 dias, tendo os interessados 45 dias para apresentar as respetivas propostas ao concurso (a contar desde a data da publicação do mesmo em Diário da República).

Quanto ao concurso para a elaboração do projeto de duplicação e modernização do troço Poceirão — Bombel, com um preço-base de 2.750.000 euros, foi publicado em Diário da República no dia 3 de maio e  “prevê a duplicação da via, a colocação de um novo sistema de catenária e de sistemas de sinalização, controlo, comando e telecomunicações, contemplando igualmente a intervenção na Bifurcação de Águas de Moura Sul”, referiu a IP.

Ambos os investimentos a executar visam “potenciar a competitividade do setor ferroviário a nível internacional no eixo Lisboa-Madrid”, o mesmo acontecendo a nível regional, “entre as regiões do Alentejo e Lisboa e Vale do Tejo”.

A beneficiação do serviço de transporte ferroviário de passageiros, com a redução dos tempos de viagem, o aumento das condições de segurança, conforto, acessibilidade e informação, o reforço da capacidade de operação, disponibilidade e segurança da infraestrutura e a melhoria da competitividade do transporte ferroviário de mercadorias são os principais benefícios identificados pela IP.

O Município de Vila Viçosa atualizou a situação epidemiológica do concelho, à data do dia 10 de Maio.

De acordo com os dados da Autoridade de Saúde, revelados pela autarquia, no concelho de Vila Viçosa ,nas últimas horas, não foram registados novos casos  no concelho.

Atualmente o concelho contabiliza 468 casos confirmados de COVID-19, com 0 casos ativos, 457 recuperados e 11 óbitos.

Recorde-se que foi no passado dia 30 de abril que, de acordo com os dados epidemiológicos de 28 de abril, foram registadas duas recuperações, os únicos dois casos que se encontravam ativos o que faz com que este concelho esteja há 12 dias sem novos casos de infeção.

 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Maio 2021 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31