02 Out. 2022
 
De novo às 6
18:00-20:00

 

Os deputados do PS eleitos pelo círculo de Portalegre, Ricardo Pinheiro e Eduardo Alves, registam com satisfação a aprovação, hoje, pela Assembleia da República do projeto de resolução para investimento da Linha Ferroviária do Leste apresentado por estes parlamentares. 

O deputado Eduardo Alves sublinhou, na apresentação e debate do diploma em plenário, esta quarta-feira, que “o Alto Alentejo não pode perder o comboio da mobilidade sustentável”, lembrando que o Governo já anunciou novo horário para esta linha a partir do início de outubro, o que reflete o seu compromisso com este investimento.

Por sua vez, o deputado Ricardo Pinheiro recordou que “os deputados socialistas eleitos pelo Alto Alentejo não só têm falado das necessidades do território no Parlamento como tomam medidas e iniciativas consequentes para a melhoraria da vida das pessoas”, assinalando que também “recentemente o Presidente da República promulgou o diploma do Governo referente à Barragem do Pisão”.

O Projeto de Resolução hoje aprovado recomenda ao Governo que aumente a frequência do transporte de passageiros na Linha do Leste, com horários ajustados às necessidades das populações, planeie e enquadre a eletrificação da Linha do Leste numa fonte de financiamento adequada, reforce as condições de operacionalização da Linha do Leste, assim como o conforto do seu material circulante e estude, no âmbito da construção do Plano Ferroviário Nacional, soluções que aproximem a estação ferroviária da cidade de Portalegre.

Realizou-se esta tarde, no Pavilhão de Feiras e Exposições de Estremoz a cerimónia de abertura da  I Feira "Estremoz + Sénior" .

Esta feira surge na sequência de uma parceria entre o Município de Estremoz, o CLDS 4G Estremoz, Centro de Saúde de Estremoz, EPVA (Equipa para a Prevenção da Violência em Adultos) e UCC.

O evento surge como uma oportunidade de proporcionar aos seniores, dois dias de diversas atividades e espetáculos que promovam o convívio e o entretenimento.

A Rádio campanário esteve presente na cerimónia de abertura e mostra-lhe as imagens:

 

 

O Comando Distrital de Portalegre, através da sua Esquadra de Investigação Criminal, identificou  dois homens, com 19 anos de idade, um residente no concelho de Portalegre e outro no concelho de Nisa, como autores do furto do livro em mármore, peça que faz parte da escultura de homenagem a José Régio.

A subtração desta peça e o consequente dano na obra de arte, ocorreu na madrugada de 25 do corrente mês. Após as várias diligências realizadas, foi ainda possível recuperar o livro, embora com danos visíveis.   A PSP continuará a investigação no sentido de identificar outros intervenientes do ato ilícito.

Os factos serão comunicados à Procuradoria da República junto do Juízo Local Criminal de Portalegre.

O Comando Distrital da PSP da Portalegre aproveita para recomendar a todos os cidadãos que tenham conhecimento de ilícitos de natureza criminal, que contactem, no mais curto espaço de tempo, qualquer Esquadra da PSP a fim de acionar a intervenção policial em tempo útil e em prol de um melhor serviço à comunidade

O Comando Territorial de Setúbal, através do Posto Territorial de Sines, hoje, dia 30 de setembro, deteve em flagrante um homem de 49 anos, por tráfico de estupefacientes, no concelho de Sines.

No âmbito de uma fiscalização rodoviária, os militares da Guarda abordaram um veículo, tendo o ocupante demonstrado um comportamento suspeito. No decorrer da ação policial, foi efetuada uma revista pessoal de segurança ao suspeito e uma busca sumária ao veículo, apreendendo-se o seguinte material:

  • 260 doses de haxixe;
  • Oito doses de liamba.

O detido foi constituído arguido e os factos foram comunicados ao Tribunal Judicial de Santiago do Cacém.

 

O Tribunal da Relação de Évora rejeitou um recurso apresentado pelo Ministério Público e manteve a decisão do Juiz que proferiu a decisão instrut´ória de não levar a julgamento dois dos 8 arguidos no  processo de derrocada da estrada municipal 255, em Borba, ocorrida em 2018.

Em causa está a não pronúncia pelo  juiz de instrução criminal de  "não pronunciar de todos os crimes" que lhes estavam imputados dois dos oito arguidos, nomeadamente João de Jesus, antigo diretor regional de Economia do Alentejo, e Maria João Raposo da Silva Figueira, funcionária da Direção-Geral de Energia e Geologia (DGEG), conforme notícia avançada pelo Notícias ao Minuto.

O Ministério Público, não concordando apresentou recurso, tendo o Tribunal de Évora entendido não dar provimento ao mesmo.

Recorde-se que tal como a Rádio campanário noticiou em junho de 2021 a decisão instrutória do processo da derrocada da estrada de Borba, ontem divulgada na página oficial do Tribunal Judicial da Comarca de Évora, refere que o Presidente da Câmara Municipal de Borba assim como a Empresa ALA de Almeida Limitada” vão ser “pronunciados por todos os crimes” que lhes estavam imputados.

Dada a “análise dos elementos probatórios juntos no inquérito e na instrução”, foi também decidido “pronunciar em parte” o vice-presidente da Câmara de Borba, Joaquim dos Santos Paulo Espanhol, pelos crimes que lhe estavam imputados, pelo que, em vez de cinco, vai a julgamento por três crimes de homicídio por omissão. 

A decisão instutória referia ainda que os funcionários da Direção-Geral de Energia e Geologia (DGEG) Bernardino Miguel Marmelada Piteira e José Carlos Silva Pereira também vão ser julgados, por dois crimes de homicídio por omissão.

Relativamente  ao arguido Paulo Jorge Nunes Alves, responsável técnico da empresa ALA de Almeida, com licença de exploração da pedreira onde ocorreu a derrocada, foram imputados dois crimes de violação de regras de segurança agravados e oito crimes de violação de regras de segurança.

Recorde-se na tarde de 19 de novembro de 2018, um troço de cerca de 100 metros da Estrada Municipal 255, entre Borba e Vila Viçosa colapsou devido ao deslizamento de um grande volume de rochas, blocos de mármore e terra para o interior de duas pedreiras. O acidente causou a morte de dois operários de uma empresa de extração de mármore na pedreira que estava ativa e de outros três homens, ocupantes de duas viaturas automóveis que seguiam no troço da estrada e que caíram para o plano de água da pedreira sem atividade.

Leia a notícia completa em Notícias ao Minuto.

“Odemira Recorda Amália Rodrigues” está de regresso ao Brejão e ao concelho de Odemira para mais uma edição, agendada para o próximo dia 8 de outubro, com visitas à Herdade e várias atividades dedicadas à fadista e ao fado, promovida pela Fundação Amália e pelo Município de Odemira. As entradas são gratuitas.

O programa inclui visitas guiadas à casa de férias de Amália, junto à localidade do Brejão, na freguesia de São Teotónio, que decorrerão entre as 11.00 e as 18.30 horas.

O jornalista Miguel Carvalho é o convidado da Fundação Amália para uma conversa sobre o livro “Amália - Dita­dura e Revolução”, a partir das 16.00 horas. Esta obra resulta de uma investigação que “atravessa dois regimes, vários continentes e reúne perto de uma centena de entrevistas e depoimentos exclusivos, gravações inéditas da fadista e de personalidades que com ela conviveram, milhares de páginas de documentos nunca revelados, além de cartas e fotografias desconhecidas da cantora.”

Durante a tarde, pelas 16.50 horas, será realizada uma Missa Campal de homenagem a Amália Rodrigues, no jardim da Herdade, presidida pelo padre Júlio Lemos.

O dia dedicado a Amália Rodrigues termina com um espetáculo de fado, a partir das 17.30 horas, com Ana Sofia Marques, acompanhada à guitarra portuguesa por Gonçalo Rosa e à viola por Bruno Davide.

A iniciativa é organizada pela Fundação Amália em parceria com o Município de Odemira e com os apoios da Junta de Freguesia de São Teotónio e do Centro Cultural do Brejão, com a colaboração da Herdade Amália Rodrigues.

“Odemira Recorda Amália Rodrigues” é um evento simbólico que celebra a vida e obra da fadista e que junta, mais uma vez, a Fundação e a comunidade do Brejão. A fadista e o seu marido, César, tinham uma forte ligação ao local que consideravam como “refúgio de férias” e onde passava grandes temporadas, mantendo uma relação próxima com o concelho e sendo muito acarinhada pela população.

O Gabinete Cibercrime da Procuradoria-Geral da República alertou que "está em curso uma campanha criminosa de 'phishing', usando abusivamente a imagem da Autoridade Tributária (AT).

Esta campanha, segundo a informação avançada pelo Notícias ao Minuto, é dirigida a vítimas que sejam titulares de cartões bancários.

Os ciminosos pretendem com esta campanha " convencer as vítimas a facultar-lhes todos os dados dos seus cartões bancários, com o argumento de que pretendem reembolsar-lhes quantias respeitantes a pagamento excessivo de impostos (supostamente IVA)" alertando que o processo começa com a expedição para grande número de destinatários, de forma indiscriminada e aleatória, de mensagens fraudulentas de correio eletrónico",.

Leia a noticia completa em Notícias ao Minuto

 

 

 

A Direção Regional do Alentejo do Sindicato dos Enfermeiros Portugueses e o Sindicato dos Trabalhadores do Comércio, Escritórios e Serviços de Portugal, tiveram conhecimento do não pagamento dos vencimentos e subsídio de férias no prazo legal, na Santa Casa da Misericórdia de Serpa.

Conforme nota de imprensa enviada à nossa redação m, o sindicato refere "o pagamento deve ser feito até ao último dia de cada mês e o subsídio de férias no mês do gozo de férias e isto tem acontecido de forma reiterada."

O SEP e o CESP, refere a mesma nota, já enviou um pedido conjunto de esclarecimento – urgente à Santa Casa, e deram conhecimento à Administração Regional de Saúde do Alentejo (ARS), ao Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social e ao Ministério da Saúde, pois estas entidades têm um acordo com a Santa Casa.

O Sindicato considera que esta situação é inadmissível pois os trabalhadores cumprem as suas obrigações laborais têm direito a receber o vencimento dentro do prazo legal e ainda são penalizados com juros de mora pelo facto de a entidade empregadora não cumprir com a sua obrigação.

A Administração Regional de Saúde do Alentejo, o ministério do Trabalho e o próprio Ministério da Saúde não podem ignorar o que se está a passar na Santa Casa da Misericórdia de Serpa.

 

À semelhança daquilo que acontece na maioria dos municípios portugueses, também em Mourão o executivo municipal aproveita os Fundos Comunitários para lançar novas obras e projetos ou recuperar projetos que estavam na gaveta a aguardar financiamento.

O Município de Mourão viu assim aprovada uma candidatura no valor de 470 mil euros para a construção de uma creche municipal, a única candidatura do Alentejo central.

João Fortes, Presidente da Câmara Municipal de Mourão esclarece a este propósito que esta aprovação “foi muito motivadora.”

Explica que “o aviso dos equipamento sociais abriu pouco tempo depois da tomada de posse” e que se traduziu “numa oportunidade única pois era a primeira vez que estava a abrir para municípios”.

O Município liderado por João Fortes meteu mãos à obra e viu a sua candidatura ser aprovada. Neste momento e conforme nos indica “vamos iniciar o projeto de especialidade e depois contratar um empreiteiro porque queremos ter a obra concluída em final de 2025.”

Segundo o Autarca “esta era uma reivindicação desde há muito , uma promessa antiga e que agora vai ser concretizada” não escondendo o orgulho que isso lhe trás pois assim “ as populações de mourão e aqueles que queremos atrair para lá terão esta resposta à sua medida.”

Apesar do governo querer estender a gratuitidade das creches para já , refere João Fortes, “não me posso comprometer porque as normas de utilização ainda não estão aprovadas e podemos quem sabe concessionar o espaço para exploração de uma IPSS e como sabemos tudo tem custos de funcionamento.”

 

 

 

 

O Município de Ponte de Sor assinou a alteração ao “contrato de concessão de três hangares” com a empresa Sevenair Academy, SA. Esta empresa utilizará assim as instalações no Aeródromo Municipal de Ponte de Sor e os ativos da norte americana L3 Harris por via de aquisição.   A empresa partilhou prontamente o seu plano de negócios com a autarquia e propõe-se criar condições para ter ainda mais estudantes a curto prazo, fazendo assim um aproveitamento pleno das infraestruturas de excelência de que irá dispor.

Para Hugo Hilário, presidente da Câmara Municipal de Ponte de Sor “foi importante que esta operação tenha ocorrido de forma rápida entre os privados, cumprindo todos os trâmites legais, e que venha a garantir mais e melhor formação em Ponte de Sor. O Cluster Aeronáutico tem muito a ganhar com a componente da formação altamente especializada e de referência internacional. Adicionalmente, tem sido sempre uma preocupação deste Executivo, que as dezenas de trabalhadores, ainda que ressarcidos no despedimento coletivo do empregador cessante, encontrem novas oportunidades profissionais que garantam estabilidade às suas carreiras e famílias, de preferência, no nosso concelho, no nosso Cluster Aeronáutico.”

Resume a Sevenair que a aposta no concelho se justifica porque “Ponte de Sor oferece condições ímpares para a formação de pilotos, seja a nível morfológico seja meteorológico. Tem ainda uma infraestrutura de excelência no Aeródromo Municipal, como poucas a nível mundial, um apoio claro do município ao setor e uma envolvente muito interessante no que toca a empresas aeronáuticas ali sediadas. Não havia como não estar presente em Ponte de Sor, como aliás já estamos desde janeiro com a nossa empresa de manutenção - Sevenair Maintenance”.

Ponte de Sor é um concelho de oportunidades, industrializado, com um cluster aeronáutico em crescimento, com forte presença da indústria da transformação de cortiça, mas também dos setores agroalimentar, agroflorestal, turístico e ambiental, além de muitas outras empresas de outros setores. A estratégia continuará a passar pela atração de investimento e de recursos humanos; o crescimento económico e a fixação de pessoas no nosso território.

 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Outubro 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31