21 maio 2022
Augusta Serrano;
Firmamento da Noite
00:00-04:00

Comentário semanal do deputado João Oliveira aos microfones da Rádio Campanário (c/som)

Revista de Imprensa 05 Jan. 2022

Na Revista de Imprensa desta quarta-feira, dia 5 de janeiro, contámos com o comentário do deputado João Oliveira, do Partido Comunista Português (PCP). Foram abordados os temas: balanço dos debates de Jerónimo de Sousa e António Costa; acordos entre partidos; salário mínimo.

Relativamente aos debates que se sucederam ontem, João Oliveira diz que “Há uma desigualdade criada com forças políticas que só participam em debates em canais de sinal aberto, nomeadamente o PS e o PSD e as restantes forças políticas depois são remetidas para os canais a cabo. Isso tem uma consequência para quem consegue aceder aos debates”.

No que diz respeito ao facto de António Costa “fechar uma porta” no que toca a acordos, o deputado refere que “o PS não vê rigorosamente mais nada que não seja o objetivo de ter uma maioria absoluta, e de facto só há uma possibilidade, que é o povo português dizer ao PS que não quer.” Acrescentando que “a solução tem de ser outra e tendo que ser outra é exigir o reforço da CDU.”

Em relação à possibilidade do PCP integrar o governo, João Oliveira menciona que “se as pessoas nos derem força para que possa haver um Governo comprometido com uma política que responda aos problemas do país, nós não rejeitamos a possibilidade de assumir a responsabilidade governativa”.

O deputado acrescenta ainda que “temos condições para poder convergir com outros (partidos), para que haja um Governo que não seja só do PCP, que inclua outras forças políticas que estejam interessadas em resolver os problemas do país”.

Por último, sobre o tema do salário mínimo João Oliveira refere que “um dos principais problemas que está colocado hoje, é que o aumento geral dos salários seja geral, não só do salário mínimo.

”Por isso, o deputado do PCP conclui dizendo que “procuramos encontrar formulações diferenciadas progressivas para chegar ao objetivo que identificávamos como necessário, que eram os 850 euros em 2023.”

 

Veja também...

Histórico de Notícias

« Maio 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31