30 Nov. 2020
Nuno Rocha
Ponto de Contacto
11:00-13:00
×

Alerta

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 64

Comentário semanal do eurodeputado Carlos Zorrinho aos microfones da Rádio Campanário (c/som)

Revista de Imprensa 20 Out. 2020

O eurodeputado Carlos Zorrinho, eleito pelo PS, no seu comentário desta terça-feira, 20 de outubro, abordou aos microfones da Rádio Campanário as declarações do Primeiro-Ministro onde descarta um novo confinamento, as negociações entre os partidos sobre o Orçamento de Estado (OE) para 2021 e a aplicação STAYAWAY COVID.

Sobre as declarações do Primeiro-Ministro, António Costa, onde descarta a possibilidade de um novo confinamento, o eurodeputado afirma que “uma das coisas que aprendemos ao longo destes meses é a não fazer muitas previsões. Há alguns sinais, (…) [que] talvez comecem agora a baixar um bocadinho os picos. (…) Acho que está a ser feito um esforço enorme por parte de todos no sentido de que isso aconteça”.

O socialista, questionado se há uma desvalorização da COVID-19 por parte das pessoas, explica que “temos de começar por cada um de nós” e faz uma ligação do tema ao OE2021, dizendo que “que nestas circunstâncias uma eventual reprovação do OE significaria vivermos durante alguns meses com duodécimos de um orçamento que foi aprovado antes da pandemia, que não tem nada do suporte aos instrumentos que precisamos para fazer face a este desafio. Acho que se vier a haver um chumbo deste Orçamento de Estado, quem o fizer estará a juntar a uma calamidade sanitária, económica e social, uma calamidade política, [que] é o que menos precisamos neste momento”.

Ainda sobre o tema do OE2021, o Primeiro-Ministro já referiu que não haverá crise política caso o mesmo não seja aprovado. Para Carlos Zorrinho, é positivo o facto de o partido no Governo ter “esse sentido de Estado de perceber que neste contexto vamos ter presidenciais e não há possibilidade de dissolução da Assembleia, mas tudo isto é uma situação muito especial e portanto acho que o Primeiro-Ministro revela um grande sentido de Estado ao dizer que mesmo que as condições de batalha sejam difíceis ele não abandona o seu posto”. Contudo, considera que mesmo que não haja crise política poderá haver “calamidade política”, que significa “termos alguém que está a segurar o barco, mas não tem os remos adequados para segurar esse barco. Se não tivermos um OE adequado que nos permita capturar mais recursos europeus, nomeadamente no Fundo de Recuperação, etc., teremos o barco e alguém ao leme, mas sem os remos adequados e acho que quem seguir essa responsabilidade de não dar a quem governa as condições para fazer o melhor pelo povo português, está a assumir uma responsabilidade”.

Sobre o PCP referir que há um desequilíbrio entre o que são as palavras do Governo e o que acontece nas reuniões, o eurodeputado afirma que “tem de haver compromisso, têm de ceder todos. Obviamente que o Governo não vai governar com o programa de um outro partido. Quanto muito, vai fazer compromissos com esse outro partido. Este é um momento em que devemos procurar aquilo que nos une e não aquilo que nos divide”.

Por fim, sobre a aplicação, a sua possível obrigatoriedade e ainda a dificuldade de todos os portugueses a utilizarem pois nem todos têm equipamentos que suportem a aplicação, enaltece a “abertura por parte do Governo no sentido de recuar neste ponto de vista. Acho que esta questão tem de ser, sobretudo, algo voluntário, embora aquelas pessoas que têm telemóveis compatíveis devam ser motivadas e mobilizadas a prestar esse serviço cívico e de interesse público”.

Questionado se este recuo do Governo se deve ao facto de uma deputado do Partido Socialista ter referido que a medida podia ser inconstitucional, Carlos Zorrinho afirma que “independentemente de ser inconstitucional ou não, a ideia que nos surge é a de dividir os portugueses entre aqueles que têm um bom telemóvel e aqueles que não têm e este não é o tempo para nos dividirmos”.

Veja também...

Histórico de Notícias

« Novembro 2020 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30