27 Jun. 2022
Augusta Serrano;
Firmamento da Noite
22:00-04:00

Alentejo

Comentário semanal do Eurodeputado Carlos Zorrinho, aos microfones da Rádio Campanário (c/som)

Revista de Imprensa 24 maio 2022

Na revista de imprensa de hoje, dia 24 de maio, contámos com o habitual comentário do Eurodeputado do PS, Carlos Zorrinho. Foram abordados os temas:  BCE sobre preço do dinheiro em julho e a previsão do fim das taxas negativas em setembro, o chumbo do PS do aumento extra à Função pública para compensar a inflação em 2022 e o terceiro chumbo da lei de maus tratos a animais.

Em relação ao primeiro tema, o Eurodeputado do PS começou por referir “existe uma pressão inflacionista que decorre do aumento da procura e também de algumas roturas nas cadeias de abastecimento e é possível que isso venha a levar a um aumento da taxa de referência.”

Para Carlos Zorrinho, esta questão “é preocupante porque aumenta sobretudo o preço das taxas a pagar, o valor dos empréstimos” acrescentando “com esta subida é provável que as empresas mais vulneráveis fiquem com mais dificuldades.

Na opinião de Carlos Zorrinho “vivemos tempos especiais especialmente porque estamos sob uma economia de guerra.”

No que diz respeito ao segundo tema, o chumbo do acréscimo de ordenados para a função pública por parte do PS, o Eurodeputado socialista disse “tudo isto está interligado” sublinhando “nós não podemos meter gasolina no meio do fogo.”

Para o Eurodeputado “as autoridades monetárias estão a tentar fazer tudo, Portugal em Particular, para conseguir evitar um aumento das taxas de juro, que depois fazem com que todas as taxas aumentem também.” Para Carlos Zorrinho, nesta sequência “não podemos depois aumentar a massa monetária” acrescentando, no entanto “eu espero que esta seja uma fase transitória e que rapidamente, aqueles que têm menos rendimentos possam ver os seus salários atualizados.”

Por último, e em relação ao terceiro tema, o facto da lei de maus tratos a animais ter sido chumbada mais uma vez, a terceira, Carlos Zorrinho começou por dizer “nós vivemos tempos novos pois aqui há uns anos ninguém se preocuparia com este tipo de leis.”

O Eurodeputado considera positivo “ainda bem que agora se está a legislar e é um pouco por tentativa-erro que se vai conseguir chegar a uma situação que seja robusta do ponto de vista legal e que cumpra o seu objetivo: evitar os maus tratos a animais.”

Veja também...

Histórico de Notícias

« Junho 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30