×

Alerta

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 63
JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 68

Evora

"A fragilidade das micro e pequenas empresas vai levar a um conjunto de falências" diz Pres. da Câmara de Évora (C/Som)

Imagem ilustrativa Imagem ilustrativa
Entrevistas 19 Jan. 2021

O crescimento do investimento e da produção, com vista à manutenção e/ou criação de postos de trabalho é um dos objetivos da Câmara Municipal de Évora para este ano de 2021, tentando ultrapassar as dificuldades trazidas pela pandemia de Covid-19

Carlos Pinto de Sá, Presidente do Município de Évora, em entrevista exclusiva à Rádio Campanário falou das dificuldades dos pequenos negócios face às adversidades que a pandemia Covid-19 trouxe.

Em relação às repercussões da pandemia no enfraquecimento do tecido empresarial da cidade de Évora, Carlos Pinto de Sá salienta que,"naturalmente que vão haver alterações." O edil adianta que, "a fragilidade das micro e pequenas empresas vai levar a que possa acontecer um conjunto de falências" destas mesmas.

"Algumas entrarão em dificuldade e terão um espaço muito lato até consegirem recuperar a sua atividade normal", adianta, mostrando uma grande preocupação com os pequenos negócios e a sua subsistências face à pandemia.

Relativamente a empresas de maior dimensão, Carlos Pinto de Sá revela otimismo nos novos investimentos para o ano de 2021 no concelho de Évora. O autarca revela à RC que, de momento, trabalha em três grandes investiementos, sendo que alguns deles poderão até vir a concretizar-se ainda este ano.

Um dos projetos revelados pelo autarca refere-se à Empresa Mecachrome, que poderá saber mais aqui, num artigo da Rádio Campanário.

 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Abril 2021 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30