21 Set. 2021
Nuno Rocha
Ponto de Contacto
11:00-13:00

Borba

Festival ACOMPANHARTE em Borba: "Foi um excelente "Dia da Rádio" em Borba e foi dos melhores sem dúvida," diz Diretor do Festival (c/som e fotos)

Entrevistas 11 Set. 2021

O Município de Borba acolheu o Festival ACOMPANHARTE  na sexta-feira, dia 10 de setembro.

Decorreram várias atividades na Praça da República e no Cineteatro de Borba como um musical infantil com "Peter Pan Band", música e teatro com o grupo "Os Dias da Rádio", um Recital de Poesia com "The Bastard Poet", e  uma Sessão de Reflexão sobre a cultura e a exclusão social com "Conversas "A-Fiadas", assim como o Espetáculo de Fogo-de-Artifício que integrava o Programa das Festas do Senhor Jesus dos Aflitos.

Este é um festival contra a exclusão social, a solidão, e a desertificação do território.

A Rádio Campanário esteve presente na última atuação deste festival, com o grupo "Os Dias da Rádio", e falou com Miguel Ruivo Duarte, diretor do Festival ACOMPANHARTE, a quem questionou qual era o balanço que fazia deste festival, que decorreu em Borba e em diversas localidades do interior do país. Segundo Miguel Duarte, "o balanço acho que é muito positivo. Para já, o primeiro balanço positivo foi a aderência por parte das autarquias para estarmos lá presentes, e de facto, aí houve uma grande adesão e as pessoas perceberam a oportunidade que era em terem um programa bastante diversificado e a poucos custos, devido ao apoio que temos do Ministério da Cultura."

Num segundo plano o diretor do evento referiu que "nós estamos realmente satisfeitos, porque este tipo de produção, estamos a falar em cerca de 32 eventos em 10 dias, o que complicou tudo um bocadinho, mas fazia parte do nosso propósito que era  ter uma atividade diversificada," revelando que " ter coisas de poesia, cinema, teatro, programas infantis e música generalista," era o que "queríamos realmente ter".

Miguel Duarte frisa que "tínhamos alguma noção de que alguns eventos não iriam ter a adesão que eu gostariam, mas que nunca tive a ilusão que acontecesse," destacando que os "mini-debates que têm sempre menos aderência, a questão da poesia, que não suscita grande interesse, precisam de estar integrados noutro tipo de eventos, como numa feira do livro ou uma semana cultural".

"Mas mesmo assim, quisemos correr o risco e aí tivemos menos pessoas a assistir o que já era previsto," destaca o diretor do festival.

Miguel Duarte informou que "estamos na parte final, com este espetáculo aqui em Borba creio que foi o sétimo dia, temos mais três dias, vamos terminar em macedo de Cavaleiros lá em cima Trás-os-Montes no dia 18."

Segundo o diretor, "estamos altamente satisfeitos com isto, podíamos ter feito isto tudo por metade, se fizéssemos dez espetáculos estava perfeito, se tivéssemos feito 20 estava perfeito, mas como os gémeos tem estes problemas, querem sempre mais e mais, achámos que 32 é que era bom e foi assim."

O Festival ACOMPANHARTE, antes de ter passado por Borba esteve em Arronches e Almodôvar e, de acordo com Miguel Duarte, "a ideia era diversificar o interior e não estar na mesma região, mas em termos de províncias, creio que o Alentejo foi onde estivemos mais."

Questionado sobre se levava boas recordações de Borba, Miguel Duarte confessou que levava muitas. "À bocado quando estava a fazer os agradecimentos e a apresentar o elenco, eu disse uma coisa: eu estava realmente a fazer o espetáculo e as pessoas estavam realmente muito dispersas, mas todas presentes, o que é um bom sinal," acrescentando que "muitas vezes as pessoas não querem entrar perto do recinto, não sabem se gostam, então preferem estar um bocado mais longe, se não gostarem vão se embora e ninguém dá por eles." 

Durante o Espetaculo com o grupo "Os Dias da Rádio", confessa que "a verdade é que eu olhei várias vezes para trás e: “ah vocês estão aqui, não arredam pé”, portanto realmente o feedback foi extraordinário, o ambiente estava muito bom," destacando que "a Câmara por trás (do palco) fica realmente um ambiente muito engraçado e o espetáculo estava a fluir muito bem e estava a sentir uma boa energia," concluindo que "já há muito tempo que não gostava tanto de ver uma coisa assim."

Depois desta experiência ao ar livre, o Diretor do festival, que informou que este espetáculo estava formatado para ambientes interiores, referiu que "para exterior acho que a prova está dada e funciona, o registo é mais ligeiro, propositadamente quisemos trazer os sucessos da rádio e do cinema, mas estou super satisfeito, estou cansado mas foi um excelente dia da radio em Borba e foi dos melhores sem dúvida."

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Setembro 2021 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30