×

Alerta

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 63
JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 68

Evora

José Calixto- CIMAC diz: “O trabalho de aproximação à UE permite trazer recursos significativos para o Alentejo” (c/som)

Entrevistas 29 maio 2021

José Calixto, presidente da ADRAL, em representação da CIMAC, falou com a Rádio campanário, no lançamento de mais uma edição do projeto EuropeDirect.

José Calixto começa por referir que este “é um projeto que faz falta ao Alentejo, é esta ligação do Alentejo à Europa”, referindo que é função da ADRAL fazer a ponte de ligação entre os cidadãos e as instituições europeias.

Sem dúvida é como disse há pouco, toda a ligação dos cidadãos às instituições europeias é de facto um desígnio da ADRAL, enquanto agência de desenvolvimento regional, porque é dessa forma que envolvemos toda a comunidade, toda a região” (…) na construção de um bloco económico mundial e económico, político, social, a que pertencemos e que queremos fazer parte integrante, queremos ser parte ativa dessa construção europeia”, refere.

Reforça ainda que considera importante que o trabalho da comunicação social, na promoção deste projeto, uma vez que considera “este trabalho que estamos a desenvolver é para ser conhecido pelas pessoas”, referindo que é o trabalho integrado e de aproximação com outras empresas e projetos, que torna possível “trazer recursos muito significativos para Alentejo.”

É este trabalho integrado, este trabalho de aproximação, que nos tem feito recorrer a uma série de fundos, diretamente em Bruxelas, e trazer, até agora, nestes últimos anos, recursos muito significativos para o Alentejo, dos quais destaco a aprovação do horizonte 2020 (…) que tem um orçamento global de 17 milhões de euros, 3 dos quais para a região Alentejo, numa rede de 25 parceiros de vários projetos europeus”.

Termina, reforçando o papel importante que a instituição tem no apoio à população e empresas da região: “tentamos incentivar todos os dias a que, todos os players, todos os stakeholders* da região, possam aproveitar, porque este é o novo paradigma dos fundos comunitários, é um paradigma mais especializado, mais otimizado em redes, em projetos que, de facto, tenham uma vertente de sustentabilidade muito forte e, por vezes, para isso é preciso que sejam geridos por entidades mais especializadas”.

 *(indivíduos e organizações impactados pelas ações da sua empresa)

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Junho 2021 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30