19 Jun. 2021
Augusta Serrano;
Firmamento da Noite
00:00-04:00
×

Alerta

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 63
JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 68

O Calipolense regressa aos relvados: “vamos cumprir as regras de segurança. O futebol não traz maior risco” diz Coordenador Técnico(c/som)

Entrevistas 20 Abr. 2021

A terceira fase de desconfinamento entrou em vigor ontem, dia 19 de abril, e traz consigo novas permissões no que diz respeito à atividade desportiva.

Depois de meses com a porta fechada e com as quatro linhas vazias, o Calipolense- Clube Desportivo de Vila Viçosa está de regresso á sua atividade e a Rádio Campanário falou com João Pedro Frade, Coordenador Técnico do Calipolense – Clube Desportivo de Vila Viçosa, sobre as dificuldades sentidas durante o tempo em que o clube esteve sem atividades e, ao mesmo tempo, saber as expetativas para esta reabertura, estando agendada para amanhã, quarta-feira, o retomar das atividades desportivas do clube.

João Frade, começo por falar das dificuldades sentidas neste longo período em que estiveram impossibilitados de realizar as suas atividades, referenciando que se tratou de “ uma grande alteração de rotinas, especialmente para os desportistas, tendo sido todos afetados, desde os clubes, aos jogadores, e ás equipas técnicas”.

O coordenador Técnico não deixou ainda de referir as dificuldades económicas sentidas pelo Clube em todos estes momentos sublinhando que “há receitas que não entram mas há despesas que não param” acrescentando que só foi possível subsistir devido ao “apoio do Município e a algum fundo de maneio que sobrou da época passada.”

No que diz respeito ao regresso às atividades do clube, agendadas para dia 21 de abril, João Pedro Frade referiu que “os Séniores regressaram, no cumprimento de todas as regras de segurança, mais ou menos em setembro/outubro no entanto o campeonato disputado por esta equipa calipolense foi interrompida durante três ou quatro vezes e não chegou a terminar”.

O Coordenador técnico do Calipolense explicou ainda que “não se pode começar de um momento para o outo. Houve contatos a fazer com a Câmara Municipal, com os encarregados de educação dos escalões mais novos e com os atletas com maiores de 18 anos, para se saber se há vontade para regressar.

Para este momento, esclareceu João Frade, o que está planeado “é começar com todos os escalões de formação de futebol masculino e com o projeto, no qual o Calipolense doi pioneiro, de futebol feminino onde arrancámos com uma equipa e tínhamos o objetivo de arrancar este ano com mais uma equipa feminina, mas a Pandemia não permitiu”.

João Frade realçou ainda que muitos pais estão com incertezas no regresso dos seus filhos, não se sabendo ainda com quantos atletas vão contar, garantindo o responsável do clube que “todas as regras de saúde pública serão cumpridas e as crianças, não é por estarem a jogar futebol que o risco é maior ou menor”, considerando seguro o seu regresso.

No que diz respeito às perspetivas do clube ainda para esta época, João Pedro relembrou que esta época termina daqui a dois meses o que levou a que o projeto do Calipolense, seja para o que resta destra época, mas também para a próxima, salientando que as inscrições realizadas agora, servirão para a próxima época não sendo cobradas duas inscrições mas apenas uma.

 

 

 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Junho 2021 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30