Estremoz

Pedro Moutinho em entrevista à RC fala do espetáculo do próximo sábado no Teatro Bernardim Ribeiro em Estremoz (c/som)

Entrevistas 29 Set. 2021

O fadista Pedro Moutinho vai atuar dia 2 de outubro no Teatro Bernardim Ribeiro, em Estremoz. O espetáculo está integrado no Festival Bairro da Música, que consiste em dez concertos em diversos pontos do país, entre 1 de outubro e 5 de novembro.

Para celebrar o centenário de Amália Rodrigues, Pedro Moutinho criou um espetáculo cujo o mote foi a seleção de alguns dos mais importantes poetas portugueses cantados por Amália Rodrigues.

A Rádio Campanário falou com Pedro Moutinho, que nos referiu que o projeto “Festival Bairro da Música “vai ter vários artistas, ou seja, eu vou cantar em Estremoz, o Jorge Palma (em Ourém), o Vicente Palma (em Odivelas) e os Blind Zero (Braga),” acrescentando que “todos os artistas desta agência vão estar a fazer concertos durante o próximo fim de semana.”

Relativamente ao projeto de Pedro Moutinho, a celebração do centenário de Amália Rodrigues, o fadista refere que “é um projeto que eu criei com o Sebastião Varela, que é sobrinho-bisneto de Amália Rodrigues, em que ele, para cada tema que eu escolhi da Amália,  fez uma fotografia de como ele via aquela poesia,” revelando que “o espetáculo em cada fado que eu estiver a cantar vai ter uma projeção de uma foto por trás.”  

Pedro Moutinho dará voz a uma cuidada seleção de poetas. Camões, Alexandre ONeil, Pedro Homem de Mello, David Mourão Ferreira, José Carlos Ary dos Santos, mas também a própria Amália Rodrigues, que escreveu letras para temas tão icónicos como "Estranha Forma de Vida", "Trago Fado nos Sentidos" ou "A Lágrima".

Segundo nos revelou Pedro Moutinho, “o conceito é um pouco como se fosse a “Amália e os poetas”, ou seja, eu escolhi alguns temas da Amália com os que mais me identifico”, acrescentando que durante o concerto vai haver, “uma exposição fotográfica por trás de mim no palco.”

Questionado sobre a escolha dos poetas, se teria escolhido aqueles que Amália Rodrigues cantou com mais relevância, o fadista refere que “eu canto pelo menos três temas que são letra de Amália Rodrigues, mas sim, eu fui à procura desses poetas e dos fados que eu mais me identifico,” revelando que “não foi tanto à procura daqueles mais conhecidos, apesar de ter alguns que são muito conhecidos, como o “Havemos de ir a Viana” ou a “Madrugada de Alfama”, mas fui também à procura daquele reportório mais tradicional de Amália Rodrigues, a que fui buscar alguns temas como o “Estranha Forma de Vida” e o “Fadista Louco””.

Para Pedro Moutinho o concerto que celebra o Centenário de Amália Rodrigues é uma forma de homenagear a célebre fadista, “os temas dela para mim foram todos versões definitivas, ou seja, eu vou servir aquilo que eu adoro, ela é a minha maior referência feminina do fado, e eu vou servir um pouco com a minha voz e a minha interpretação aquilo que ela indiscutivelmente fez genialmente,” acrescentando que “é uma forma de eu prestar a minha própria homenagem a Amália Rodrigues.”

Questionado sobre se já se nasce fadista quando se tem um Camané e um Hélder Moutinho na família, Pedro Moutinho refere “ eu nasci e cresci numa família de fado, os meus pais cantavam fado,” revelando que “o Camané foi o primeiro a começar a cantar o fado, depois fui eu e o Hélder começou a cantar mais tarde.”

O fadista confessa que “eu acho que nasci fadista, não tinha outra hipótese.”
 
Os bilhetes encontram-se à venda no Posto de Turismo de Estremoz e na bilheteira online BOL (https://cmestremoz.bol.pt/Comprar/Bilhetes/99800/960346/Sectores)

Fadista, Pedro Miguel Moutinho Paiva dos Santos nasceu a 11 de novembro de 1976, em Oeiras. É o irmão mais novo dos fadistas Camané e Hélder Moutinho.
Os seus pais sempre foram grandes apreciadores de fado, tendo em casa centenas de discos e frequentando restaurantes e coletividades dedicados a este género musical. Desde muito cedo que Pedro Moutinho tomou contacto com o meio, acompanhando o seu irmão mais velho, Camané, às matinées de fado, em que este dava nas vistas. E aos 11 anos já cantava o fado em encontros informais.

 

 

 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Outubro 2021 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31