24 Set. 2022
Augusta Serrano;
Firmamento da Noite
22:00-04:00

Moura

“A situação da água em Moura é estável mas temos obrigação de garantir que a aproveitamos bem” diz Presidente da CM de Moura(c/som)

Regional Escrito por  16 Ago. 2022

 

Portugal continental está a viver uma situação de seca hidrológica que as autoridades admitem ser a pior dos últimos 100 anos, com quase todo o país em seca severa ou extrema.

O abastecimento público de água em localidades de seis concelhos servidos pelo sistema da Águas Públicas do Alentejo (AgdA) está já a ser assegurado através de autotanques, devido à seca

Este abastecimento com recurso a autotanques, que levam a água para o depósito, está a verificar-se em povoações de Aljustrel, Mértola e Moura (no distrito de Beja), Alcácer do Sal e Santiago do Cacém (Setúbal) e Montemor-o-Novo (Évora).

A Rádio Campanário falou com Álvaro Azedo, Presidente da Câmara Municipal de Moura, sobre a situação do concelho, o Autarca começou por nos referir “apenas a freguesia de póvoa de são Miguel nos trouxe alguma preocupação” acrescentando “houve a necessidade de reforçar o abastecimento ao depósito porque a água que através da Agda estava a debitar para o depósito podia suscitar alguma dificuldade em termos de aproveitamento do depósito.”

"Há um maior consumo, existem algumas situações de ruturas, mas acima de tudo nesta altura do ano, como é hábito em qualquer parte do país há um maior consumo de água e a água que estava a chegar ao depósito convidava-nos a fazer algum reforço.”

Segundo o Autarca trata-se de reforços pontuais “no sentido de garantir que o nosso depósito continuava a dar a resposta que nós exigimos no abastecimento de água às populações no concelho de Moura e neste caso em particular na Freguesia de Póvoa de São Miguel.”

De acordo com o Presidente da Autarquia, no restante do concelho a “situação está normalizada, não há qualquer situação anómala nem situações que nos levem a estar com o coração nas mãos” ainda assim reforça “temos as preocupações normais em qualquer município onde a sua rede é envelhecida e onde a sua rede precisa de facto de uma intervenção no sentido de melhorar a eficiência hídrica.”

Álvaro Azedo realça que a situação da água no concelho de Moura está “estável” assegurando ainda “mas temos obrigação de garantir que aproveitamos muito bem a água que chega às nossas torneiras e investimos diariamente para aproveitar muito bem este recurso que vai faltando já em muitas zonas do país e da Europa e isso deve preocupar-nos a todos.”

Para isso, refere-nos “há um trabalho de sensibilização que começa desde logo a ser feito nas escolas, junto dos mais novos, que muitas vezes guiam os pais, melhoramos os sistemas de rega, minimizamos ao menor tempo possível as ruturas que vão surgindo.”

O importante é passarmos uma mensagem de auto- responsabilização do próprio Município “

Recorde-se que, no final de Junho, mais de um quarto do território do continente estava em seca extrema (28,4%), verificando-se um aumento em particular na região Sul e em alguns locais do interior das regiões Norte e Centro, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).O restante território estava em seca severa (67,9%) e seca moderada (3,7%).


 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Setembro 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30