24 Jun. 2021
Augusta Serrano
Notícias
17:00-19:30
×

Alerta

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 63
JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 68

Beja

Aeroporto de Beja motor de descolagem do Alentejo e Andaluzia no caminho de referência tecnológica da UE

Regional 13 maio 2021

Alentejo quer dar a mão à Andaluzia para se tornarem numa referência tecnológica da União Europeia

A iniciativa visa atrair novos investidores, aliciando-os para isso com alguns atrativos que estas regiões oferecem, como são, a qualidade de vida que o território oferece, o apoio dos fundos europeus para estas regiões deprimidas, os incentivos fiscais ou a mão de obra qualificada.

Como alavanca deste projeto denominado AERIS (2017-2020), financiado com 1,57 milhões dos fundos Feder através do Programa de Cooperação Transfronteiriça Interreg Espanha-Portugal (POCTEP), para promover o setor aeronáutico no Alentejo e na Andaluzia, pretende-se tirar partido de todo o potencial por explorar do aeroporto de Beja e da sua localização. Há já quem lhe chame o futuro Silicon Valley ibérico.

Ambas regiões fronteiriças deram início à segunda fase do projeto com o programa ENDUPYMES, também financiado pelo POCTEP com 1,34 milhões de euros, que se vai estender até 2022 de modo a reunir esforços não só na aeronáutica como também nos setores naval e automóvel.

No centro desta projeção estão a empresa CEIIA, do Parque de Ciência e Tecnologia do Alentejo, e a brasileira DESAER, que chegaram a acordo para o desenvolvimento, comercialização e industrialização de um novo protótipo de avião, o ATL-100.

O aeroporto de Beja é visto como um bom motor para a descolagem tecnológica na Andaluzia e no Alentejo.

 

Créditos: Agência EFE

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Junho 2021 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30