21 maio 2022
Augusta Serrano;
Firmamento da Noite
00:00-04:00

Alentejo

Alentejo e os seus encantos...os castelos quase desconhecidos que o vão deixar rendido à sua beleza!

Regional 21 Jan. 2022

O Alentejo possui muitos castelos ao longo da raia cuja função era a defesa do território português mas há alguns que são pouco conhecidos e explorados por quem escohe esta região para descobrir.

Conheça estes seis:

1. Castelo de Valongo - castelo de Valongo fica no topo de uma colina tipicamente alentejana e é um dos raros castelos portugueses de traça tipicamente medieval (existem mais castelos medievais em Portugal, mas foram bastante alterados ao longo do tempo). Segundo alguns documentos, terá sofrido obras no século XV e XVI, quando ganhou uma torre de menagem com traça manuelina. 

2. Castelo de Ouguela - Localizada em Campo Maior, Ouguela é uma típica e belíssima aldeia alentejana. No alto de um monte com 270 metros de altitude, o castelo de Ouguela, por aqui passaram romanos e visigodos, mas terão sido os mouros que criaram as primeiras muralhas que viriam, mais tarde, a dar origem ao castelo. Foi um dos mais importantes castelos da raia alentejana mas perdeu a sua importância quando chegaram os tempos de paz.

3. Castelo de Veiros - trata-se de um dos mais peculiares castelos do Alentejo (e até de Portugal). O castelo de Veiros, localizado na pequena aldeia com o mesmo nome, é construído em xisto, com pormenores de granito e de mármore, algo muito pouco comum. . Fazia parte de um conjunto estratégico de castelos com a função de defender esta zona da raia alentejana, juntamente com os castelos de Campo Maior, Monforte e Ouguela.

4. Castelo de Noudar - O castelo de Noudar está situado entre a ribeira da Múrtega e o rio Ardila. O castelo foi construído em 1307, no reinado de D. Dinis. Por perto, existem boas terras para a agricultura, e extensos montados para o pastoreio do gado. Esta fortaleza desempenhou um papel importante na defesa da fronteira com Castela, em inícios do século XIV.

5. Castelo de Amieira - O castelo apenas esteve envolvido num episódio militar, em 1440, mas nem por isso desmerece a visita. Quando D. Leonor, princesa de Aragão, se desentendeu com o cunhado, o infante D. Pedro, retirou-se para o Crato e invocou o auxílio das forças de Castela, que cercaram a Amieira de modo a proteger D. Leonor.D. Pedro, confrontado com essa insubordinação, determinou a ocupação dos castelos do priorado do Hospital nessa região, tendo ordenado que D. Álvaro Vaz de Almada acometesse sobre o castelo da Amieira. O castelo rendeu-se sem grande resistência e D. Leonor fugiu para Castela, restabelecendo-se a paz. Após o conflito, o castelo passou para as mãos do alcaide Pedro Rodrigues de Castro.

6. Castelo de Terena - Este castelo, juntamente com os castelos de Alandroal, Juromenha, Mourão e Monsaraz faziam parte da linha de defesa do Guadiana. Enquanto a paz não chegava, a vida em Terena fervilhava. Mas com a chegada da paz entre Portugal e Espanha, a vida alterou-se radicalmente nesta pacata localidade alentejana. O castelo de Terena, construído no século XIII, deixou de ter a importância que tinha. As suas gentes foram partindo para outros locais.

Fonte: VortexMagazine

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Maio 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31