×

Alerta

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 64

Beja

Beja é o segundo distrito do país onde os combustíveis são mais caros

Regional Escrito por  25 Ago. 2020

Segundo notícia avançada pelo Executive Digest, o preço médio de venda ao público de gasolina e gasóleo simples, no passado mês de Julho, chegou a 1,457 euros/litro e 1,277 euros/litro, respectivamente, em Beja, fazendo com este seja o segundo distrito onde os combustíveis são mais caros em Portugal. Bragança é o distrito do país onde os combustíveis são mais caros.

De acordo com a Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE), para além de serem os distritos onde os combustíveis são mais caros, Bragança e Beja são também aqueles onde o aumento no preço médio foi maior, sendo os únicos onde o salto ultrapassou 1%.

Por outro lado, de acordo com a ERSE, Aveiro, Braga, Santarém, Castelo Branco e Coimbra são os distritos com gasolinas e gasóleos mais baratos, em Portugal Continental. “Em mais de metade dos distritos, a diferença de preços médios por litro de combustível não ultrapassa os 5 cêntimos por litro”, indica ainda a autoridade responsável por regular os serviços energéticos.

Quanto às garrafas de GPL (butano e propano), Portalegre é um dos distritos onde se registaram, para Portugal Continental, o menor custo. Já Beja apresentam o mais elevado. O Boletim do Mercado de Combustíveis e GPL, publicado esta segunda-feira, sublinha que “quer os PVP (médios) dos combustíveis rodoviários e do GPL engarrafado, quer as introduções a consumo de combustíveis em Portugal aumentaram, sobretudo, devido ao levantamento progressivo das medidas de confinamento”.

Relativamente ao local de compra, a ERSE indica que os preços dos combustíveis rodoviários foram mais baixos nos postos de abastecimento operados por hipermercados, seguidos dos low cost, com preços cerca de 10% e 6% inferiores aos dos postos de abastecimento de companhias petrolíferas no que a gasolina diz respeito. No caso do gasóleo, o preço foi de aproximadamente 11% e 8% inferior.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Novembro 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30