Estremoz

Coro de Coimbra e Grupo de Metais da PSP nos 100 anos do teatro de Estremoz!

Regional Escrito por  Agência Lusa 09 Set. 2022

Atuações do Coro dos Antigos Orfeonistas da Universidade de Coimbra e do Grupo de Metais da PSP integram a programação deste mês das comemorações do centenário do Teatro Bernardim Ribeiro, em Estremoz, revelou hoje a câmara municipal.

O Teatro Bernardim Ribeiro, propriedade do município, é um dos ‘ex-libris’ da cidade de Estremoz, no distrito de Évora, tendo a autarquia preparado uma programação especial, a decorrer ao longo deste ano, para assinalar o centenário da principal sala de espetáculos do concelho.

No âmbito desta iniciativa, está agendado para o dia 17, às 16:00, no Teatro Bernardim Ribeiro, o evento “O Orfeão de Estremoz convida…”, que conta com as atuações do Coro dos Antigos Orfeonistas da Universidade de Coimbra e do Orfeão de Estremoz “Tomaz Alcaide”.

Além da atuação dos dois grupos corais, este evento destina-se a prestar uma homenagem póstuma a Jorge Anjinho, engenheiro civil, natural da freguesia de Glória, no concelho de Estremoz, que foi presidente da Associação Académica de Coimbra, segundo a autarquia.

Associam-se a esta homenagem os municípios de Estremoz e de Coimbra, assim como várias associações das duas cidades.

Jorge Anjinho, com “fortes ligações” a Estremoz e a Coimbra, com “obra quer no campo social, desportivo ou associativo”, foi um dos responsáveis pela construção do pavilhão da Académica, que ostenta o seu nome em sua homenagem, realçou a organização.

Em Estremoz, teve uma participação ativa em vários cargos nos corpos sociais dos bombeiros, tendo apoiado a implementação do atual quartel da corporação.

Segundo o município, no espetáculo, vai atuar também o violoncelista Tiago Anjinho, neto de Jorge Anjinho, distinguido com primeiros prémios em vários concursos nacionais e internacionais.

O baile “Idades de Ouro”, com a participação do Grupo de Metais da PSP, é outra iniciativa integrada na programação deste mês dos 100 anos do teatro, marcada para o dia 30, às 16:00, no parque de feiras e exposições da cidade.  

Também no âmbito das comemorações está a exposição intitulada “Teatro Bernardim Ribeiro 100 Anos de História(s)”, que pode ser visitada até ao dia 20 deste mês, na sala de exposições temporárias Tomaz Alcaide, naquele teatro.

Nesta mostra, estão compilados documentos sobre a história da sala de espetáculos, assim como cerca de 50 cartazes de filmes, teatros e outros espetáculos apresentados no Bernardim Ribeiro, que se encontram à guarda do Arquivo Municipal de Estremoz.

A programação comemorativa do centenário não se limita ao espaço do teatro, pois, também decorrem iniciativas em vários espaços da cidade e nas freguesias do concelho, intituladas “TBR sai à Rua”.

Segundo a câmara municipal, espetáculos de teatro, música, cinema, dança, ópera e artes circenses preenchem, ao longo do ano, a programação que assinala os 100 anos da sala de espetáculos.

O Teatro Bernardim Ribeiro, assim denominado em homenagem ao poeta alentejano do mesmo nome, foi inaugurado em 22 de julho de 1922 e está classificado como imóvel de interesse municipal desde 1997, integrando a Rede de Teatros e Cineteatros Portugueses (RTCP).

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Novembro 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30