×

Alerta

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 63
JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 68

COVID19

Covid 19: Conselho de ministros anuncia esta 5ª feira novas medidas. Saiba aqui o que pode acontecer

Regional 29 Abr. 2021

Marcelo Rebelo de Sousa não renovou o estado de emergência e por isso mesmo, o existente, será levantado amanhã à meia-noite, devendo o país passar para o estado de calamidade.

Esta quinta-feira o Governo anuncia as medidas daqui para a frente.

Os concelhos com incidência mais elevada deverão manter medidas diferenciadas, com os restantes a prosseguir para a quarta e última etapa do confinamento que já não prevê restrições de horários, o que deverá abrir portas a um fim de semana normal, pelo menos na maior parte do país.

Na reunião do Infarmed foram sinalizados 37 concelhos que no final da semana passada estavam acima do patamar dos 120 casos por 100 mil habitantes, sendo as situações de maior preocupação no Norte, nos concelhos de Paredes, Penafiel e Paços de Ferreira, mas destes três apenas o concelho de Paredes tinha ficado de pré-aviso para a avaliação desta semana. Nos restantes concelhos, dos quatro que recuaram no desconfinamento, apenas Odemira não tinha saído da linha vermelha. Dos 13 em pré-aviso, a incidência subiu na semana passada apenas sobretudo a Norte, com Vila de Franca de Xira a sair da linha de risco. 

Com o fim do estado de emergência , o fim de semana deverá contar já também com a reabertura das fronteiras terrestres.

De acordo com o plano divulgado pelo Governo, a quarta etapa de desconfinamento prevê ainda a retoma de grandes eventos exteriores e interiores com diminuição de lotação,

A hora prevista para a conferência de imprensa, após o Conselho de Ministros desta quinta-feira, é ás 14 horas.

“Sem estado de emergência, como tem feito – e bem – o Governo e o senhor primeiro-ministro tornado claro nas suas intervenções, há que manter ou adotar todas as medidas consideradas indispensáveis para impedir recuos, retrocessos, regressos a um passado que não desejamos”, disse Marcelo, acrescentando: “Não hesitarei em avançar com novo estado de emergência, se o presente passo não deparar, ou não puder deparar, com a resposta baseada na confiança essencial para todos nós”.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Julho 2021 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31