Reguengos de Monsaraz

Covid 19: Reguengos mantém os dados de ontem e está a 4 dias da resolução do surto

Regional 03 Ago. 2020

A Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz acaba de divulgar, na sua página oficial de facebook, a situação Epidemiológica do Concelho de Reguengos de Monsaraz, até às 20 horas de dia 3 de agosto.

Segundo avança a Autarquia, "no dia de hoje mantêm-se todos os dados inalterados relativamente ao dia anterior. O surto encaminha-se para a sua resolução, após 24 dias sem novos casos positivos. Será formalmente considerado resolvido após 28 dias sem novos casos."

Relativamente à situação epidemiológica do Concelho, a autarquia avança que se "regista hoje 170 CASOS POSITIVOS ACUMULADOS, 136 DOS QUAIS CURADOS, 16 ATIVOS e 18 ÓBITOS. Deste valor total de 16 CASOS ATIVOS relacionados com o último surto, registamos 14 na FMIVPS e 2 na comunidade (53 curados e 1 óbito). Relativamente ao foco infecioso verificado no Lar da FMIVPS, registamos ao dia de hoje 1 caso positivo ativo em trabalhadores (24 casos curados e 1 óbito) e 13 utentes (51 curados e 16 óbitos)."

O Município informa também que, à data de hoje, se encontram 3 utentes do Lar no HESE, 1 dos quais em cuidados intensivos. Dos casos de infeção na comunidade registamos 1 caso internado em cuidados intensivos."

Relativamente aos dados constantes no relatório da DGS, o Município de reguengos adianta "referenciamos igualmente que o relatório diário nº 154, emitido hoje pela Direção-Geral da Saúde, mantém a referência a 155 casos positivos acumulados valor este que se refere ao final do dia 2 de agosto e deverá ser atualizado nos próximos dias, de acordo com a informação mais recente que disponibilizamos neste relatório."

O Presidente da Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz termina, como sempre, refporçando o apelo à população de que "continua a ser FUNDAMENTAL todos estarmos MUITO ATENTOS aos sintomas de COVID-19, os quais podem variar em gravidade, desde a ausência de sintomas (sendo assintomáticos) até febre (temperatura ≥ 38.0ºC), tosse, dor de garganta, cansaço e dores musculares e, nos casos mais graves, pneumonia grave, síndrome respiratória aguda grave, septicémia ou choque sético. A FASE DE DESCONFINAMENTO É UM PERÍODO MUITO PERIGOSO DA PANDEMIA. É obrigatório o cumprimento de todas as normas impostas pela atual situação de pandemia: O DISTANCIAMENTO FÍSICO E A REGULAR HIGIENE DAS MÃOS."


 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Setembro 2020 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30