Imprimir esta página

Evora

Cromeleque dos Almendres é Zona Especial de Proteção

Regional 02 Jul. 2020

Foi esta quinta-feira, 2 de julho, publicado em Diário da República a portaria que determina o Cromeleque dos Almendres, na Herdade dos Almendres, União das Freguesias de Nossa Senhora da Tourega e Nossa Senhora de Guadalupe, concelho e distrito de Évora, como Zona Especial de Proteção (ZEP).

Assinado pela secretária de Estado Adjunta e do Património Cultural, Ângela Carvalho Ferreira, o decreto fixa uma ZEP no Cromeleque dos Almendres que já era monumento nacional desde 2015.

“O Cormeleque dos Almendres é o mais notável exemplo das primeiras arquiteturas megalíticas, remontando provavelmente ao neolítico médio, correspondendo às mais antigas construções coletivas sagradas deste período e apresentando possível significado astronómico”, pode-se ler na portaria.

O diploma define uma zona especial de proteção que tem como fundamento assegurar o enquadramento paisagístico do sítio classificado e as perspetivas da sua contemplação.

Ao abrigo do da lei, para a ZEP, é criada uma área de sensibilidade arqueológica, da qual faz parte integrante, em que qualquer intervenção ou alteração do uso do solo, incluindo alterações ao coberto vegetal, deve ser objeto de medidas de salvaguarda de carácter preventivo e, nomeadamente, de acompanhamento arqueológico.