29 Jun. 2022
Nuno Rocha
Á mesa com a RC
13:00-14:00
×

Alerta

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 64

Barrancos

“Devido à pandemia, há prejuízos avultados nas empresas de transformação das carnes de porco preto do concelho”, frisa autarca de Barrancos (C/SOM)

Regional 22 Jun. 2020

Em entrevista à Rádio Campanário, o presidente do Município de Barrancos, João Serranito Nunes, falou sobre o impacto da pandemia COVID-19 na economia do concelho.

A economia barranquenha baseia-se na sua maioria no negócio da transformação da carne de porco preto e da sua exportação sobretudo para Espanha. O autarca afirmou que o impacto da pandemia neste setor “é muito grande”, devido à “diminuição da circulação entre fronteiras e da diminuição do negócio em si”. O autarca não conseguiu dar números com rigor, mas frisou que “há prejuízos avultados em todas estas empresas deste setor”.

João Serranito Nunes referiu que o Município, para minimizar os prejuízos provocados pela pandemia, criou um Programa de Emergência, “tanto para as empresas, como para a ação social”. Ao setor da restauração e ao pequeno comércio “foi-lhes atribuído alguns meios, como apoio financeiro e a redução da tarifa da água. Não somos uma autarquia rica, mas conseguimos de algum modo minimizar o impacto, quer do ponto de vista empresarial e também social”.

Ainda sobre a restauração, o edil disse que esse negócio “vive muito das vindas dos espanhóis ao nosso concelho” e com o fecho das fronteiras “teve um impacto negativo para todos esses negócios”.

“Com este Programa de Emergência que o Município criou, conseguimos minimizar esses impactos negativos, tentando de alguma forma ajudar todos aqueles que mais necessitam, sobretudo os mais vulneráveis”.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Junho 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30