Imprimir esta página

Evora

“Devido á pandemia poderá não haver festejos de fim de ano na Praça do Giraldo” diz Presidente da CM de Évora(c/som)

Regional Escrito por  17 Nov. 2021

Aproximamo-nos do final do ano de 2021 e um pouco por todo o País, os Municípios preparam-se para celebrar a passagem de ano com programas atrativos e que promovam a diversão junto de todos os que festejam o momento da viragem do ano.

À margem de uma entrevista realizada a Carlos Pinto de Sá, Presidente da Câmara Municipal de Évora, a propósito do término das negociações com as forças políticas para um entendimento de governabilidade, a RC falou com o autarca sobre os planos para a última noite de 2021.

Carlos pinto de Sá começou por referir “neste momento as conversas que temos tido com a autoridade de Saúde refletem uma preocupação grande relativamente a ajuntamentos de pessoas” sublinhando ainda “há mesmo uma intenção de procurar limitar esses ajuntamentos.”

O Presidente eborense afirma que “se esta situação se mantiver, dificilmente teremos a passagem de ano como era hábito em Évora, ou seja com um espetáculo que reuniu milhares e milhares de pessoas.”

O autarca vai mais longe e acrescenta “admitimos mesmo não realizar nada tendo em conta aquilo que for a opinião da opinião da saúde pública.”

Para o autarca ainda existe tempo para “decidirmos o que podemos ou não fazer” garantindo que, até final de novembro, a decisão vai ser tomada, altura em que, como refere, a “saúde pública já terá dados que nos permitam fazer esta avaliação e decidir se podemos ou não avançar com uma proposta de passagem de ano.”