Odemira

Dois agrupamentos de escolas de Odemira integram Plano 21|23 Escola+

Regional 26 Jul. 2021

Conforme previsto no Plano 21|23 Escola+, o programa TEIP passará a incluir escolas com uma percentagem elevada de alunos migrantes ou que não têm o português como língua materna.

As escolas com mais de 20% de alunos migrantes disporão de mais recursos de docentes e técnicos e do apoio de especialistas para o desenvolvimento do seu plano de atividades.

"Reconhece-se, assim, a necessidade de apoiar os alunos migrantes para que acedam ao currículo, sobretudo neste momento em que, durante os períodos de confinamento, se viram privados da imersão linguística", conforme o comunicado feito pelo ministério da educação.

O Plano 21|23 Escola+,  apresenta um conjunto de medidas que se alicerça em políticas educativas com eficácia demonstrada ao nível do reforço da autonomia das escolas e das estratégias educativas diferenciadas dirigidas à promoção do sucesso escolar e, sobretudo, ao combate às desigualdades através da educação.

Este Plano integrado para a recuperação das aprendizagens dos alunos dos ensinos básico e secundário incide em três eixos estruturantes de atuação:

1 - ensinar e aprender;

2 - apoiar as comunidades educativas;

3 - conhecer e avaliar – desenvolvendo-se em domínios de atuação, correspondentes a áreas de incidência prioritária, e em ações específicas, que constituem o portefólio de medidas propostas às comunidades educativas, por um lado, e os meios e recursos disponibilizados, por outro lado.

 

Os novos agrupamentos TEIP do Alentejo são:

  • Agrupamento de Escolas de São Teotónio, Odemira
  • Agrupamento de Escolas de Sabóia, Odemira

 

Joana Freitas 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Setembro 2021 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30