Imprimir esta página

Elvas Cup 2022: Pedro Martins garante final nos mais de 55 anos!

Regional Escrito por  05 Jun. 2022

 

O tenista da Beloura TA, Pedro Martins, qualificou-se agora mesmo, para a final do escalão de +55 anos, ao derrotar nas meias-finais Vasco Graça, em dois sets, pelos parciais de 1-6, 6-4 e 10-7. Num encontro que foi a reedição da final do Campeonato Nacional de +50 anos de 2019, Pedro Martins foi mais forte que o talentoso tenista que integrou a equipa nacional no Campeonato Mundial de Veteranos, mostrando mais frescura física e determinação nos momentos decisivos. Agora, na discussão do título, vai ter como oponente o vencedor do embate que ainda decorre entre Paulo Carmo (Beloura TA) e Rui Claro (Coimbra RC).

Na prova feminina deste escalão etário, Isabel Pinto (the Campus) e Moice Wenzel (CT Estoril) vão estar no derradeiro encontro, depois da primeira ter levado a melhor sobre Carmo Santos (CIF), e da segunda ter deixado pelo caminho Anabela Carlos (CT Estoril).

Para os tenistas com mais de 45 anos, Henrique Assis (CT Viana) e Luis Sousa Pinto (LTC Foz), procuram um lugar na final, o mesmo sucedendo com Marcos Santos (CN Ginástica) e Lourenço Lima (Coimbra RC). Nas semifinais femininas, vão defrontar-se Célia Sá (CT Paços Brandão) com Maria Alice Marques (CT Porto) ao mesmo tempo que Sandra Valente (CIF) defronta Isaura Faria (Beloura TA).

Na prova de +35 anos femininos, Patrícia Couto (CT Paços Brandão) e Dominika Gorecka (Beloura TA), vão repetir a disputa do título da semana passada, no Porto (vitória para Gorecka no “super”) depois de terem derrotado nas meias-finais Carla Silva (CT Faro ) e Isabel Ferro (LR Centre), respetivamente.

No escalão masculino da mesma idade, José Ricardo Nunes (CT Faro) e o espanhol David Plasencia (CET Elvas), numa das meias-finais, e Mauri Gomez (CT Porto) e Daniel Guerreiro (CT Lagos), na outra, tudo vão fazer para estar na final de amanhã.

Por último, uma palavra para os +65 anos. João Parreira (Beloura TA), continua em clima de “passeio”, e, hoje, nas “meias”, foi mais forte que Luis Machado, derrotando o representante do CT Lagos por 6-3 e 6-0. Igualmente muito forte esteve Rui Marques, que interrompeu a excelente prova do colega de clube (CT Porto), Carlos Reis, que venceu por 6-2 e 6-1. Na prova feminina está ainda tudo em aberto, sendo que Carmina Azevedo, Angélica Damião estão em boa posição para discutir o título.