08 Ago. 2022
 
Rimas ao Sul
14:00-15:00

Evora

“Esta exposição foca-se no amor e atenção ao outro, uma prova de que a cultura também é inclusão” diz Ana Paula Amendoeira(c/som)

Regional Escrito por  20 maio 2022

Foi ontem inaugurada a Exposição “Aromas que nos Guiam”, organizada pela Direção Regional de Cultura do Alentejo em parceria com a Fundação Nossa Senhora da Esperança, que contou com a presença da Ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa.

A Rádio Campanário esteve presente na inauguração desta exposição e falou com Ana Paula Amendoeira, Diretora Regional de Cultura do Alentejo que começou por referir que este “é um projeto de inclusão através dos aromas, dedicado a todas as pessoas, mas em especial a pessoas que possam ter mais dificuldades no sentido da visão.”

 Deste projeto fazem parte várias exposições, sendo esta a primeira que “é sobre os aromas e o olfato, e permite a que as pessoas que não veem apreendam a exposição através do toque, do tato e do cheiro,” acrescentando que “tem as legendas em braile.”

Segundo Ana Paula Amendoeira, “este projeto é mais ambicioso,” destacando que “esta primeira exposição é sobre o olfato e, depois, haverá outra sobre o som para o ouvido, haverá outra sobre o paladar,” enfim “para todos os cinco sentidos.”

A diretora avançou ainda que “aceitamos o repto da Senhora Ministra da Coesão para podermos organizar uma itinerância no Alentejo, cujo primeiro ponto é aqui na Direção Regional de Cultura do Alentejo.”

Este projeto “é uma demonstração e uma prova de que esta área da cultura tem que estar ligada às questões da inclusão na acessibilidade e da atenção ao outro.” Devido às diferenças que apresentamos pois “não somos todos iguais e temos que tratar diferente o que é diferente e com a atenção que requer.”

“Esta é uma exposição que se foca no amor, no sentido da empatia e da atenção ao outro, sobretudo que tem mais dificuldades em algumas áreas do seu corpo, das suas faculdades mentais,” entre outras, apontou Ana Paula Amendoeira.

Em conclusão a diretora referiu que “a área da cultura tem que estar próxima no território e é aquilo que a Direção Regional de Cultura do Alentejo procura fazer,” acrescentando que passa por “exercer a sua missão no respeito no seguimento pelas políticas culturais do governo e das orientações superiores, aplicando essa política de proximidade, em alinhamento com a estratégia nacional das acessibilidades e inclusão.”

 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Agosto 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31