Imprimir esta página

Evora

Estudo “CULTURA NO PÓS ALENTEJO-2020” apresentado em Évora a 04 de julho!

Regional Escrito por  28 Jun. 2022

A Direção Regional de Cultura do Alentejo promove em parceria com a CCDR-A o Estudo “CULTURA NO PÓS ALENTEJO-2020” no próximo dia 4 de julho, às 14h30.

A sessão terá lugar no Auditório da CCDR Alentejo, que acolhe a mesma. 

A sessão contará com a apresentação do estudo, pelos seus coordenadores, os ProfessoresJosé Soares Neves e Pedro Prista.

O Estudo Cultura no Pós Alentejo-2020 foi realizado no OPAC, em 2020 e 2021, no âmbito do Acordo de Parceria estabelecido, a pedido da Direção Regional de Cultura do Alentejo, com o ISCTE-Instituto Universitário de Lisboa. O OPAC - Observatório Português das Atividades Culturais é uma estrutura constituída em dezembro de 2018 no Iscte-Instituto Universitário de Lisboa, no quadro do Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES-Iscte), que é a instituição responsável pelo seu funcionamento e coordenação científica.

No âmbito da preparação das políticas públicas regionais para a área da cultura no horizonte temporal de 2030, o OPAC, Observatório Português das Atividades Culturais, realizou para a Direção Regional de Cultura do Alentejo o estudo de que este relatório dá conta.

No seu enquadramento mais geral trata-se de um trabalho que vem em linha com os critérios consagrados de boas práticas de governança, os quais recomendam que a definição das políticas públicas seja fundada em procedimentos participativos de escuta, envolvimento e avaliação dos ciclos anteriores, tendo em vista assegurar processos igualmente participados, mobilizadores e monitorizáveis de avaliação da eficácia das políticas públicas.

O propósito deste estudo traduziu-se na realização de cinco objetivos: I. efetuar o levantamento de sete dimensões da atividade dos municípios na área da cultura durante o mandato autárquico iniciado em 2017, designadamente: a caracterização do, ou dos, órgãos autárquicos responsáveis; os instrumentos formais de gestão; os recursos financeiros; os recursos humanos; os equipamentos culturais e o património cultural imóvel sob alçada municipal; redes culturais e programação municipal; o associativismo cultural. II. caracterizar a avaliação que tanto as entidades como os agentes culturais ativos no território regional e municipal fazem da importância que a cultura assumiu no Programa Operacional Alentejo 2020. III. identificar e caracterizar as visões estratégicas para a cultura no município e na região Alentejo até 2030. IV. reunir contributos de todas as entidades inquiridas (municipais, intermunicipais, organizações do setor cultural e outros agentes relevantes) para a área da cultura no âmbito do programa da região Alentejo para 2030, designadamente a proposta de indicadores de avaliação e de linhas de intervenção. V. identificar casos de boas práticas em políticas culturais à escala regional, tanto nacionais como internacionais.

Programa da Sessão

14h30 – Receção e sessão de boas-vindas – Carmen Carvalheira, Vice-Presidente da CCDR-A

15h15 – Enquadramento e objetivos para uma Estratégia Regional – Ana Paula Amendoeira, Diretora Regional de Cultura do Alentejo

15h30 – Apresentação Técnica do Estudo Cultura Pós Alentejo 2020 – José Soares das Neves e Pedro Prista (coordenadores)

16h30 – Debate 17h – Encerramento da sessão