25 Out. 2021
Augusta Serrano;
Fadistices
20:00-21:00

Alentejo

Estudo em lares do Alentejo revela que após vacinação, apenas 30% dos idosos vacinados tinham anticorpos detetáveis

Regional 18 Set. 2021

Há neste momento cerca 1400 funcionários nos lares que recusaram ser vacinados. Para além disso, há idosos que deram entrada nos últimos meses nas instituições e que também não tinham sido vacinados. O número de pessoas desprotegidas nos lares é superior a 2 mil.

Segundo o informação, o Governo prepara-se para impor a testagem obrigatória para funcionários das instituições que não tenham a vacina nem apresentem uma justificação válida.

A task-force nacional de vacinação refere que,  «Apesar de ser um universo ínfimo, num universo de 99 por cento de funcionários vacinados haver 2000 por vacinar não deixa de ser um risco para a população de que estão a tomar conta».

O Governo adiantou ainda que tem estado a ponderar medidas para "lidar com profissionais que recusaram vacinação". No entanto  estando a questão da testagem será exigida regularmente.

Segundo o informação, Manuel Lemos admite apreensão com os resultados do estudo conduzido em lares do Alentejo e Algarve que mostrou que, seis meses após vacinação, apenas 30% dos idosos vacinados tinham anticorpos detetáveis para o SARS-Cov-2, enquanto entre os funcionários 70% continuam a ter anticorpos específicos contra o coronavírus.

 

In Informação 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Outubro 2021 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31