Evora

Évora: Suspeito de pornografia de menores proibido de aceder à Internet

Évora: Suspeito de pornografia de menores proibido de aceder à Internet Polícia Judiciária
Regional Escrito por  24 Nov. 2021

O homem detido pela Polícia Judiciária, em Évora, por suspeitas da autoria de crimes de pornografia de menores, ficou proibido de contactar com menores de 18 anos e de aceder à Internet, revelou hoje fonte policial.

Depois de ser presente a primeiro interrogatório judicial, as medidas de coação aplicadas pelo juiz de Instrução Criminal de Évora, foram, para além de ter sido proibido de aceder à internet,  a entrega pelo detido de todos os equipamentos com ligação à Internet.

Recorde que, tal como a Rádio Campanário já tinha noticiado, a Polícia Judiciária, através da ULIC de Évora, na sequência de uma busca domiciliária realizada no concelho de Évora, deteve em flagrante delito, um homem de 31 anos de idade, pela presumível autoria de um número ainda não concretamente apurado, de crimes de pornografia de menores.

De acordo com a informação avançada pela Polícia Judiciária na sua página oficial, o arguido, habitual frequentador de diversas plataformas na internet onde se acede e partilham imagens e vídeos de cariz pornográfico, terá armazenado, durante os últimos anos, inúmeros ficheiros, contendo pornografia envolvendo crianças menores de 14 anos.

Sublinha-se que foram apreendidos, na residência do arguido, vários dispositivos eletrónicos de armazenamento, com 8tb (terabyte) de capacidade, contendo milhares de ficheiros de imagem e vídeo de diversa pornografia, que serão agora sujeitos a perícia informática forense, para determinar a quantidade exata de ficheiros.

A investigação teve origem em sinalização efetuada por organismo internacional.

Fonte: Lusa

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Outubro 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31