29 Set. 2022
Augusta Serrano;
Firmamento da Noite
22:00-04:00

Barrancos

Falta de nadadores-salvadores impede abertura das piscinas de Barrancos!

Regional Escrito por  21 Jun. 2022

As piscinas municipais de Barrancos, no distrito de Beja, ainda não abriram este ano por falta de nadadores-salvadores, lamentou hoje a vice-presidente da câmara, revelando que já foi enviada uma exposição ao primeiro-ministro sobre o assunto.

Em declarações à agência Lusa, a vice-presidente do município, Cláudia Costa (CDU), disse que as piscinas municipais deviam ter aberto no dia 01 de junho.

A data de abertura foi, entretanto, adiada para o passado dia 15 de junho, mas o complexo também não começou a funcionar devido à falta de nadadores-salvadores.

A Câmara de Barrancos tem vindo a dar diversos ‘passos’ para procurar abrir as piscinas, “desde a abertura de concursos [a] contactos com associações de nadadores-salvadores” ou com o Instituto de Socorro a Náufragos, mas “todos os contactos não têm sido frutíferos”, adiantou a eleita alentejana.

Segundo Cláudia Costa, o processo arrasta-se “desde janeiro” e, de momento, está a decorrer um terceiro concurso público para contratar estes profissionais, estando o município a oferecer “60 euros por dia, com possibilidade de alojamento”, a nadadores-salvadores.

“Todos os dias fazemos diversos contactos, andamos de norte a sul à procura e a verdade é que não há nadadores-salvadores”, observou a vereadora.

Perante este quadro, o município raiano também já tentou contratar nadadores-salvadores espanhóis, mas “esbarrou” na burocracia.

“Já enviámos currículos [de nadadores-salvadores espanhóis] para podermos iniciar o processo de certificação e, após essa certificação, eles terão de realizar uma prova. Por isso, não sabemos até que ponto os trâmites de todo o processo permitirão agilizar essa contratação”, disse.

Por isso mesmo, a Câmara de Barrancos enviou, na semana passada, uma carta ao primeiro-ministro, António Costa, a expor a situação, indicou a autarca.

“Devia haver a possibilidade de agilizar [este processo], uma parceria ou qualquer reconhecimento, que nos permitisse abrir as nossas piscinas”, justificou.

Para a vice-presidente, a abertura das piscinas municipais de Barrancos “seria uma mais-valia em todos os sentidos”, tanto para a população do concelho como para as populações vizinhas.

“Os espanhóis também procuram muito as nossas piscinas”, afiançou.

C/Lusa

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Setembro 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30