23 Jun. 2021
Nuno Rocha
Ponto de Contacto
11:00-13:00
×

Alerta

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 63
JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 68

Montemor o Novo

Final da 18.ª edição do Montemor Ladies Open vai ser falada em Português. Saiba tudo aqui

Regional 11 Jun. 2021

Francisca Jorge (Portugal) ou Bia Haddad Maia (Brasil). Uma destas tenistas vai atingir a final da 18.ª edição do Montemor Ladies Open.

Em nota de imprensa enviada á nossa redação, a organização dá conta que nos encontros dos quartos-de-final de singulares disputados hoje, a tenista vimaranense foi obrigada a aplicar-se para levar de vencida mais uma japonesa, a terceira esta semana, Eri Hozumi. Foram necessários três sets e 2 horas e 21 minutos para o fazer: 4-6, 6-2 e 6-3, foram os parciais.

Perante umas entrada forte da nipónica, Kika foi tentando contrariar o poderio da sua adversária, finalista vencida de pares em Roland Garros em 2018, mas não foi capaz de aguentar o ímpeto de Hozumi (388.ª WTA) que fechou a primeira partida por 6-4. Mas os sinais de recuperação eram evidentes, e consubstanciaram-se no segundo set, com a japonesa a não aguentar o regresso de Francisca Jorge, atual 432.ª do Mundo, ciente do que tinha que fazer para ser bem sucedida e acreditar na reviravolta. Empatou o duelo com um triunfo por 6-2, mas, no início da “negra”, viu Hozumi adiantar-se novamente e a criar o fantasma da derrota. Porém, a alma de Kika agigantou-se e a campeã nacional foi enorme na recuperação e fechou o encontro por 6-3 carimbando o passaporte para as semifinais.

Pela frente vai ter uma tenista que conhece bem, a brasileira Bia Haddad Maia, segunda cabeça-de-série e atual 225.ª do Mundo. A atual detentora do título desembaraçou-se da grega Valentini Grammatikopoulou, derrotando a helénica por 6-1 e 7-5 numa exibição bem conseguida mas onde sentiu alguns problemas com o serviço no final do segundo set. Agora será o reencontro de ambas depois da final do Funchal, em 2020 (na altura o resultado foi favorável a Bia).

Na outra meia-final vão estar a georgiana Mariam Bolkvadze e a japonesa Mai Hontama (a única sobrevivente das nove nipónicas que disputaram o quadro principal). Bolkvadze, primeira cabeça-de-série e 221.ª do Mundo, vingou a derrota infligida pela francesa Jessika Ponchet em Glasgow, corria o ano de 2019, por 6-3 e 6-1, aplicando precisamente o mesmo resultado aqui em Montemor. Quando a Hontama, a jogadora que figura na posição 293 na hierarquia mundial, travou a excelente prova que vinha a fazer a compatriota Lily Miyazaki, despachando-a em duas partidas, por 6-3 e 6-2.

Finalmente, nos pares, ainda hoje vão decorrer as meias-finais com os encontros: Ulrikke Eikeri (Noguega)/Valentini Grammatikopoulou (Grécia) vs Alicia Barnett (GRB)/ Olivia Nicholls (GRB) e Mai Hontama (Japão)/Chihiro Muramatsu (Japão) vs Eri Hozumi (Japão)/Akiko Omae (Japão).

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Junho 2021 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30