02 Dez. 2021
Augusta Serrano;
Firmamento da Noite
22:00-04:00

Beja

"Futurama" no Baixo Alentejo, "uma nova dinâmica num território com enorme potencial criativo".

Regional 01 maio 2021

Beja recebeu ontem, a apresentação do projeto Futurama - Ecossistema Cultural e Artístico do Baixo Alentejo, numa sessão que decorreu no Museu Regional Rainha Dona Leonor.

Quatro concelhos do Baixo Alentejo vão receber o projeto “Futurama”, que ambiciona que cultura e artes sejam “uma esperança de futuro para a região” através de residências artísticas e iniciativas com alunos e grupos corais.

A ministra da Cultura Graça Fonseca marcou presença nesta iniciativa referindo, conforma noticia a Rádio Voz da Planície,  o projeto "vai potenciar uma nova dinâmica num território que tem um enorme potencial criativo".

O diretor artístico do “Futurama – Ecossistema Cultural e Artístico do Baixo Alentejo”, John Romão, em declarações à Agência Lusa referiu “O Baixo Alentejo tem uma camada populacional bastante envelhecida e um despovoamento crescente. E o que nos interessa com este projeto cultural e artístico é tentar criar um contraponto, para que a cultura e as artes sejam uma esperança de futuro para a região” acrescentando ainda “O primeiro impulso [do projeto] é mesmo criar uma coesão territorial entre municípios de uma mesma sub-região, em que muitas das vezes não há uma ligação ao nível de uma agenda comum a nível cultural e artístico”.

Trata-se de um projeto “colaborativo, transfronteiriço e multidisciplinar” que tem como “parceiros estratégicos” as câmaras municipais de Castro Verde, Mértola e Serpa, assim como o apoio da Direção-Geral das Artes, da Direção Regional de Cultura do Alentejo e da Fundação Millenium BCP.

A iniciativa vai decorrer a partir do mês de maio nos concelhos alentejanos de Beja, Castro Verde, Mértola e Serpa, propondo “um diálogo” entre espaços, territórios artísticos e públicos dos quatro municípios.

A par deste objetivo, o “Futurama” ambiciona “ligar esses municípios e a região a outras regiões do país, como, por exemplo, Lisboa nesta primeira edição de 2021, e, a partir de 2022, com instituições culturais de outros países”, acrescentou ainda o responsável.

Conforme notícia avançada pela Lusa, o projeto irá combinar quatro atividades  que terão lugar nos quatro municípios parceiros e onde os artistas convidados irão desenvolver novas criações inspiradas no património cultural, natural ou humano local.

“Cantexto” é outra das propostas do “Futurama”, visando a “salvaguarda e regeneração contemporânea do cante alentejano”. O “Futurama” conta ainda com a iniciativa “Constelações”, que se divide em três categorias (oralidade, visualidade e fisicalidade) e propõe encontros entre agentes de práticas tradicionais da região e artistas contemporâneos.

Finalmente, o projeto prevê um programa educativo, a decorrer até dezembro nas escolas secundárias de Beja, Castro Verde, Mértola e Serpa, composto por três atividades.

Créditos: Agência Lusa

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Dezembro 2021 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31