11 Ago. 2022
 
3 p’rás 5
15:00-17:00

NACIONAL

Histórias com final feliz: 4 crianças perdidas "voltam para os braços" da família graças à PSP!

Regional Escrito por  Nota de Imprensa 05 Jul. 2022

O Programa Estou Aqui Crianças, da Polícia de segurança Pública, conta recentemente com quatro histórias que felizmente tiveram um final feliz.

Segundo nota de imprensa enviada à nossa redação, no dia 3 de julho a Polícia de Segurança Pública (PSP) conseguiu promover o rápido reencontro de um total de 4 crianças com as respetivas famílias, por intermédio do programa Estou Aqui! Crianças (EAC).

Na primeira situação, durante a tarde, um N/Polícia detetou um menor desacompanhado na estação de metro do Sr. Roubado, em Odivelas.

De imediato o Polícia, através dos dados da pulseira, conseguiu contactar a família da criança, que informou tratar-se de uma criança muito irrequieta e que havia sido de casa sem ninguém dar conta.

Por intermédio da rápida intervenção da Polícia foi possível garantir o reencontro, de imediato, da criança com a família, tendo um dos progenitores deslocado à estação a fim de a recolher.

No mesmo dia, pelas 23h00, os Polícias que se encontravam integrados no dispositivo de segurança das festas populares de Vila Franca de Xira, foram alertados para a presença de um menor que se havia perdido da família. Momentos depois receberam outra informação que, num outro local, não muito distante, outras duas crianças se encontravam igualmente perdidas.

Os Polícias rapidamente perceberam que as três crianças pertenciam à mesma família e que se haviam separado dos seus pais e, depois, separaram-se umas das outras devido à grande multidão que se encontrava no local. Como duas das crianças usavam a pulseira do EAC, de imediato os N/Polícias acionaram o protocolo do programa e contactaram os pais, a quem as crianças foram entregues, calmas e orientadas.

A adesão destas famílias ao programa da PSP Estou Aqui crianças e o uso da pulseira pelas crianças permitiu rapidamente resolver estas 2 situações que, de outra forma, poderiam ter demorado mais tempo a solucionar, em face da natural desorientação das crianças e dificuldade em disponibilizar informação aos Polícias que permitisse o contacto com as famílias.

O programa Estou Aqui! Crianças (EAC) é uma iniciativa exclusiva e pioneira da Polícia de Segurança Pública (PSP), criado em 2012 em parceria com a Altice Portugal, através do MEO e da Fundação Altice, Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna, Rádio Comercial, Missing Children Europe e Instituto de Apoio à Criança.

Este programa tem como principal objetivo agilizar o trabalho de sinalização de uma criança desaparecida e promover o seu rápido retorno à família, i.e., caso a criança portadora da pulseira se perca, qualquer adulto que a encontre somente necessita contactar a PSP por intermédio do n.º de emergência nacional (112) e comunicar onde se encontra e qual o código da pulseira que a criança tem consigo. A PSP a família e assegura o reencontro familiar.

A presente edição do EAC é válida entre 1 de janeiro e 31 de dezembro de 2022, e a adesão ao programa não implica qualquer custo.

As pulseiras destinam-se a crianças com idades compreendias entre os 2 e os 10 anos e possuem um código alfanumérico, único, sem qualquer relação com dados pessoais. São válidas em todo o território nacional, durante todo o ano, e podem ser solicitadas tanto para crianças residentes em Portugal como não residentes (p.e., estrangeiros que se encontrem de férias).

As pulseiras devem ser pedidas através do site do Programa Estou Aqui Crianças, cujo endereço é: https://estouaqui.mai.gov.pt/Pages/Home.htm

A PSP deixa entretanto alguns conselhos:

- Expliquem à criança que, caso se desoriente e não reconheça ninguém à sua volta, deve permanecer no local onde se encontra;

- Contudo, se visualizar um Polícia, deve dirigir-se a ele de imediato e pedir ajuda;

- Caso alguém se dirija à criança, esta deve saber que pode mostrar a sua pulseira do EAC e solicitar que liguem 112 e indiquem o código alfanumérico nela inscrito;

- Em caso de perda ou deterioração da pulseira ou se o código alfanumérico se tornar ilegível, os pais ou tutores podem solicitar a sua substituição no sítio oficial do programa.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Agosto 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31