Evora

ICAAM deixa de existir e torna-se no MED - Universidade de Évora

Regional 03 Jan. 2020

O ICAAM deixou esta semana de existir, para se juntar ao Cebal (Beja), MeditBio (Universidade do Algarve) e Cibio-Évora (Universidade de Évora) passando a constituir o MED - Instituto Mediterrâneo para a Agricultura, Ambiente e Desenvolvimento/Mediterranean Institute for Agriculture, Environment and Development.

O MED, com sede na Universidade de Évora e polos em Beja e na Universidade do Algarve, contará com cerca de 320 investigadores, dos quais 170 investigadores doutorados e 64 alunos de doutoramento.

O MED será a maior unidade de investigação nacional a trabalhar temas que integram a agricultura, a alimentação, o ambiente e o desenvolvimento rural. Um dos objetivos do MED é desenvolver investigação cujas questões partem de problemas que se colocam na prática e, sobretudo, às que se relacionam com a nova realidade face às alterações climáticas.

O MED, a nova unidade que agora se inicia, conta com investigadores experientes, especialistas em sistemas produtivos e ecossistemas do Mediterrâneo com equipas multidisciplinares que atuam nas áreas da conservação dos recursos, das alterações climáticas, na agricultura e no território, na biotecnologia, entre outras. 

Será da estreita relação entre todas estas áreas que se procurará responder aos grandes desafios da sociedade atual contribuindo para uma melhor eficiência de utilização dos recursos e para encontrar soluções sustentáveis para os sistemas de produção no Mediterrâneo.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Janeiro 2020 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31