NACIONAL

LIDL ASSOCIADO A MAUS TRATOS: Imagens mostram galinhas a debicarem cadáveres e trabalhador a urinar no galinheiro

Regional Escrito por  Sofia Carvalhinha 01 Nov. 2022

Associação Espanhola infiltrou-se num armazém Alemão e acusa fornecedor do Lidl de maus tratos animais. Lidl Portugal afirma não ter “informação sobre a origem das imagens”. Avisamos que as imagens que se seguem podem ser consideradas chocantes. 

Várias associações de defesa animal afirmam que as imagens foram captadas na fábrica de produção de um fornecedor do Lidl, na Alemanha, ainda este ano e mostravam condições e comportamentos chocantes. 

As imagens mostravam pintainhos deitados de costas, sem se conseguirem levantar ou com dificuldades motoras graves, devido ao crescimento desproporcional dos músculos dos peitos e das coxas: “Como resultado, os seus ossos e órgãos não conseguem suportar o próprio peso”, lê-se no site da Humane League UK, onde foi partilhado o vídeo que denuncia as más práticas de produção de animais.

A associação britânica de direitos dos animais divulgou imagens que provam a existência de armazéns com superpovoados de galinhas, de centenas de animais em circunstâncias de stress permanente, ausência de espaço, luz natural, tendo sido detectadas “condições sanitárias chocantes, incluindo galinhas a debicarem o cadáver de outras e um trabalhador a urinar no galinheiro”, bem como animais a serem mortos pelos trabalhadores que, ao recolherem os cadáveres, partem o pescoço dos que parecerem debilitados.

Em comunicado enviado ao P3, a Humane League UK explica que o vídeo resulta de uma investigação levada a cabo pela organização não-governamental espanhola Equalia, que se infiltrou no armazém alemão. E outras organizações, como a Human League UK, ou, em Portugal, a associação Abrir de Asas, estão a apelar ao Lidl para subscrever o Better Chicken Commitment (BCC), um conjunto de directrizes e boas práticas para os produtores de animais.

O BCC propõe a “utilização de técnicas de crescimento mais lentas, mais espaço, luz natural, métodos de abate menos dolorosos e auditorias externas”. Nestlé, Marks&Spencer e KFC foram algumas das empresas que se comprometeram a adoptar estas medidas até 2026.

 

Veja o vídeo no perfil da Abrir de Asas:

https://www.instagram.com/p/CkIN_sos0LY/

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Janeiro 2023 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31