29 Jan. 2023
Augusta Serrano;
Firmamento da Noite
22:00-04:00

Alandroal

“Loendro contribui para que a cultura milenar do concelho do Alandroal chegue ás novas gerações” diz João Grilo(c/som)

Regional Escrito por  15 Nov. 2022

 

Raia e Cardo Roxo apresentam Loendro, um disco inspirado na geografia poética de Alandroal.

O disco foi apresentado no passado fim de semana, no Centro Cultural de Alandroal e a Rádio Campanário acompanhou o momento e falou com João Grilo, Presidente da Câmara Municipal de Alandroal.

João Grilo começa por nos referir “com este trabalho preserva-se a memória e mais do que isso, dá-se uma nova roupagem” explicando que “esta é uma interpretação dos músicos que foram convidados para desenvolver este trabalho junto das pessoas que são neste momento o repositório das tradições, os nossos poetas populares e outras pessoas que vão guardando as tradições e portanto é uma nova interpretação, é um desafio , é uma reinterpretação que no fundo ajuda a a preservar e a prolongar tradições no tempo. “

O autarca realça ainda “nós vivemos um tempo em que a escassez de pessoas no território também faz com que as tradições vão deixando de ter suporte e todos os dias corremos o risco de mais uma tradição ou mais uma canção ou mais um elemento da nossa cultura se perder para sempre porque ninguém a transformou, nem ninguém a gravou, nem ninguém a passou a outra pessoas. “

O Presidente de Alandroal considera que “todo este trabalho que nós estamos a fazer ao nível deste disco, ao nível do jogo do alquerque, ao nível de Santa Cruz da Aldeia da Venda e ao nível de todas as tradições singulares do concelho é no fundo isso , é encontrar formas de preservar, de passar para a próxima geração e de tentar garantir que não se perdem definitivamente e que há uma continuidade, há uma reinterpretação e que a cultura milenar do concelho do Alandroal chega ás novas gerações , às pessoas e também sai das nossas fronteiras do concelho e chega mais longe. “

Este projeto conta com “o financiamento de fundos comunitários através da Cimac portanto nós chamámos raízes da oralidade para englobar todo este conjunto de saberes e de aspetos culturais e é uma forma do município ter um pouco mais de orçamento para apostar na preservação e na valorização da cultura.”

Associada a este objetivo de preservação desta identidade cultural, este projeto contribui igualmente para um outro projeto da Autarquia “ há uma componente deste deste projeto que está intimamente ligado ao levantamento e à demonstração da importância da singularidade do cântico das Oliveiras e portanto toda a simbologia da festa da Santa Cruz, para nos ajudar na candidatura a património imaterial de Portugal que está neste momento a ser desenvolvida e que esperamos que chegue a bom porto”.

 Este projeto conta com o o apoio da Direção Geral tem o apoio da Direção Regional de Cultura portanto e e é reconhecido por todos como uma singularidade do território.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Janeiro 2023 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31