29 Set. 2022
Augusta Serrano;
Firmamento da Noite
22:00-04:00

Portalegre

Mais de 600 alunos de Portalegre escrevem livro "Sem Água a Vida é uma Seca"!

Regional Escrito por  10 Fev. 2022

Mais de 600 alunos de 16 agrupamentos de escolas do distrito de Portalegre escreveram e ilustraram o livro intitulado “Sem Água a Vida é uma Seca”, que vai ser lançado na segunda-feira, foi hoje divulgado.

A obra, que envolveu 666 alunos do 3.º e 4.º anos do ensino básico, de 16 agrupamentos escolares dos 15 concelhos do distrito, vai ser lançada no Centro de Artes e do Espetáculo de Portalegre (CAEP), às 11:00.

A publicação envolve a “Fábrica de Histórias”, um programa inovador de promoção do sucesso escolar desenvolvido pela organização Cabeçudos, e a Comunidade Intermunicipal do Alto Alentejo (CIMAA), revelou a organização.

Aos alunos foi fornecida "uma grande lista de temas, uma coisa enciclopédica, e cada concelho escreveu sobre um tema, nomeadamente a água como origem da vida, o ciclo da água, a poupança da água”, explicou hoje à agência Lusa Rui Andrade, da Cabeçudos.

A título de exemplo, Rui Andrade explicou que os alunos do concelho de Crato escolheram escrever sobre a importância que tem para aquela região a futura barragem do Pisão, enquanto os alunos de Avis escolheram escrever sobre a albufeira do Maranhão.

A obra “integra textos e ilustrações de crianças e jovens ávidos de aprendizagens e conhecimento” e que, neste trabalho, demonstram a sua “capacidade de criação, imaginação, criatividade e sensibilidade para uma realidade tão pertinente”, realçou a Cabeçudos.

Os autores “evidenciam uma consciência coletiva e uma tomada de posição crítica e proativa para um caminho que, obrigatoriamente, teremos que traçar para que as gerações futuras e toda a vida no nosso planeta não sejam uma realidade ameaçada”, sublinhou.

Segundo Rui Andrade, o projeto envolveu um “trabalho intenso, uma maratona” no terreno, e incluiu oficinas de contextualização, de escrita, revisão e ilustração com todos os alunos envolvidos na edição do livro, que tem 45 páginas.

A obra, que espera atingir uma tiragem de 4.000 exemplares, está inserida no quarto ano de operacionalização da atividade “Fábrica de Histórias”, desenvolvida pela Cabeçudos.

Segundo a organização, o livro foi concretizado graças à “vontade conjunta” do Programa Garantir Cultura, apoiado pela Autoridade de Gestão do Programa Operacional Competitividade e Internacionalização (COMPETE 2020), dos municípios e agrupamentos de escolas envolvidos e da CIMAA.

A cerimónia de lançamento da obra no CAEP, inclui um espetáculo que transpõe para o palco o conteúdo literário e gráfico do livro.

No decorrer da iniciativa, todos os alunos que participaram nesta edição vão receber um exemplar do livro.

C/Lusa

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Setembro 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30