13 maio 2021
 
Rimas ao Sul
14:00-15:00
×

Alerta

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 63
JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 68

Mau tempo: Proteção Civil emite alerta para precipitação, neve, vento e agitação marítima

Regional 19 Fev. 2021

Em nota enviada à nossa redação a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil informou que foi emitido um aviso à população devido às condições meterteológicas adversas  previstas.

De acordo com a informação disponibilizada pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), para as próximas 48 horas, realçam-se os seguintes aspetos: Amanhã, 20 de fevereiro está prevista chuva temporariamente forte a partir da manhã no litoral Norte e Centro, progredindo gradualmente para o restante território; Vento até 50 km/h do quadrante sul, por vezes, com rajadas até 90 km/h no litoral e até 110 km/h nas terras altas, diminuindo gradualmente de intensidade a partir da tarde; Redução de visibilidade devido a chuva e possibilidade de nevoeiro matinal no interior.

Para domingo, 21 de fevereiro, prevê-se chuva temporariamente forte durante a madrugada no interior, passando a aguaceiros;  Possibilidade de granizo. Neve acima de 1000 metros de altitude;  Vento até 30 km/h do quadrante oeste rodando para noroeste, por vezes temporariamente forte até 40 km/h nas terras altas;  Redução de visibilidade devido a chuva;  Descida da temperatura.

Face a estas previsões a Aiutoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil prevê que, em função das condições meteorológicas presentes e previstas é expectável:  Piso rodoviário escorregadio por eventual acumulação de gelo, neve e formação de lençóis de água; Possibilidade de cheias rápidas em meio urbano, por acumulação de águas pluviais ou insuficiências dos sistemas de drenagem;

Há ainda a possibilidade de inundações e a possibilidade de queda de ramos ou árvores, bem como de afetação de infraestruturas associadas às redes de comunicações e energia.

A Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil recorda assim que o eventual impacto destes efeitos pode ser minimizado, sobretudo através da adoção de comportamentos adequados, pelo que recomenda a observação e divulgação das principais medidas de autoproteção para estas situações, nomeadamente:

 Garantir a desobstrução dos sistemas de escoamento das águas pluviais e retirada de inertes e outros objetos que possam ser arrastados ou criem obstáculos ao livre escoamento das águas;

 Adotar uma condução defensiva, reduzindo a velocidade e tendo especial cuidado com a possível formação de gelo nas vias rodoviárias;

 Não atravessar zonas inundadas, de modo a precaver o arrastamento de pessoas ou viaturas para buracos no pavimento ou caixas de esgoto abertas;

 Evitar a circulação em vias afetadas pela acumulação de neve e quando isso não for possível, adotartodas as medidas necessárias.

 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Maio 2021 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31