Mertola

Mértola: viagem ao passado islâmico numa das belas vilas Alentejo

Regional Escrito por  28 Ago. 2021

Localizada numa colina, onde se junta a Ribeira de Oeiras com o Rio Guadiana, Mértola parece um cartão postal que nos deslumbra à medida que nos aproximamos e começamos a avistar o antigo castelo mourisco, as muralhas e as casinhas caiadas de branco.
Para além de uma linda vila, Mértola é um impressionante museu ao ar livre, onde a cada passo encontramos vestígios de antigas culturas mediterrânicas.

Mértola é mesmo um dos locais em Portugal onde existem mais vestígios do tempo dos Mouros. A igreja Matriz, por exemplo, hoje classificada como monumento nacional, é na verdade uma antiga mesquita. O castelo de Mértola também é originalmente do período mourisco e fora das muralhas existe o antigo bairro Mouro.
Durante o período mourisco, Mértola rompeu com o resto do império e um líder sufi chamado Ibn Qasi até fez uma aliança com o Rei D. Afonso Henriques. Uma estátua colocada à frente do castelo homenageia este histórico líder.
Mértola possui vestígios monumentais dos tempos românico e islâmico, mas também de tempos mais antigos, como o Fenício e o Púnico. Myrtilis, como era conhecida durante a época romana, foi estrategicamente importante nas conquistas da região e um ponto de entrada de produtos na Península Ibérica.

Tudo isso pode ser entendido nos 15 centros museológicos de Mértola, que vão da Antiguidade à Idade Média - basta visitar, por exemplo, a Casa Romana na Mesquita Velha, a Acrópole, a Basílica, o Castelo ou admirar a imponente Torre do Rio.

Fonte: Sapo viagens

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Outubro 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31