O apoio do PS “é o primeiro importante apoio que sinto sem o ter pedido”, diz José Calixto sobre a possibilidade de uma recandidatura à Câmara de Reguengos de Monsaraz (c/som)

Regional Escrito por  12 Out. 2016

O Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU) de Reguengos de Monsaraz prevê investimentos de 1,2 milhões de euros na mobilidade urbana. A autarquia vai avançar no próximo ano com a construção da via pedonal e ciclável da cidade, a requalificação do parque de estacionamento do Rossio e da zona envolvente à Escola Secundária Conde de Monsaraz, mas também com a modernização de vias pedonais em Reguengos de Monsaraz e em S. Pedro do Corval.

O contrato de financiamento comunitário do PEDU que o Município de Reguengos de Monsaraz assinou recentemente com a Autoridade de Gestão do Programa Operacional Regional do Alentejo, no total de 3,1 milhões de euros, terá projetos nas áreas da regeneração urbana, da mobilidade urbana e para ajudar as comunidades desfavorecidas, apoiados a 85 por cento pelo Portugal 2020.

Em declarações à Rádio Campanário, José Calixto, o presidente do Município de Reguengos de Monsaraz, recordou que há cerca de oito anos atrás, o município teve uma visão sobre a cidade em que o que se pretendeu foi “criar um eixo requalificado entre o parque da cidade, o mercado municipal, a Praça da Liberdade e o Palácio Rojão”.

Mas para que isso aconteça, o autarca diz que esse eixo tem que ser completado com acessibilidades que passa por “uma ciclovia que está no PEDU e que nos transporta desde a entrada da cidade de Évora, até à saída para o Alandroal, passando pela Praça da Liberdade, numa ciclovia de cerca de cinco quilómetros que elimina por completo as barreiras arquitetónicas dentro da cidade”.

Também o estacionamento na Praça da Liberdade vai sofrer algumas alterações com a eliminação de alguns lugares de estacionamento, estando pensados dois novos locais de estacionamento.

José Calixto acrescenta que será feita “uma intervenção estratégica que aumenta a mobilidade e a requalificação de espaços fundamentais da cidade, não se constrói nem vai construir nada de novo, apenas se requalifica”.

Instado sobre ser uma obra que ultrapassa este mandato, e se se pretende recandidatar para prosseguir com este e outros projetos já iniciados, o autarca refere que deixará “para o próximo presidente da Câmara de Reguengos, seja ele qual for, uma herança positiva, que é a aprovação do financiamento para toda esta obra”.

Insistindo a Rádio Campanário na questão, José Calixto diz que neste momento é uma hipótese ainda em aberto, pronunciando-se quanto às declarações do presidente da Federação Distrital de Évora do Partido Socialista, Norberto Patinho, que declarou a esta Estação Emissora que o PS apoiaria todos os autarcas que se quisessem recandidatar, e que se orgulhava do trabalho desenvolvido, que “é o primeiro importante apoio que sinto sem o ter pedido”.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Agosto 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31